Sábado | 12 de Junho de 2021 23:28
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Prova do Enem é anunciada para novembro de 2021 e já tem edital publicado

As inscrições iniciam no final do mês, entre os dias 30 de junho e 14 de julho, e terá a taxa de R$ 85 para quem não conseguir a isenção, com pagamento até 19 de julho.

Foi publicado na manhã desta quarta-feira (02) o edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no Diário Oficial da União, que oficializa a realização das provas nas versões impressa e digital aplicadas nas mesmas datas, dias 21 e 28 de novembro, em dois domingos, e com perguntas iguais. Em fevereiro de 2021 foi realizada também a prova de 2020 do Enem, adiada por conta da pandemia da Covid-19.

As inscrições iniciam no final do mês, entre os dias 30 de junho e 14 de julho, e terá a taxa de R$ 85 para quem não conseguir a isenção, com pagamento até 19 de julho. O pedido para atendimento especializado será no período da inscrição, mas para tratamento pelo nome social acontece dos dias 19 a 23 de julho.

O candidato poderá optar pela versão impressa, que é a tradicional, ou a informatizada, na hora de fazer a prova do Enem, que serão 101.100 vagas, que são aplicadas nos locais de prova tradicional – não havendo possibilidade de fazer o Enem em casa, por exemplo. Na prova de novembro, a versão computadorizada atenderá candidatos com deficiência, possuindo prova superampliada e com contraste e locais de prova com acessibilidade.

A primeira prova, do dia 21, será composta de 45 questões de Linguagens, 45 questões de Ciências Humanas e Redação. Já a prova do dia 28 de novembro terá 30 minutos a menos para ser realizada e é composta de 45 questões de Matemática e 45 questões de Cências da Natureza.

Será necessário o uso de máscara para conter o risco de contaminação por Covid-19, além de higienizar as mãos com álcool em gel e distanciamento social. Não seguir os protocolos de segurança poderá levar à eliminação do candidato.

Mais uma vez, Enem
A Folha conversou com o presidente do Cursinho Conexão, Lucas Luiz de Souza, que explicou que o Enem duas vezes em um ano já era algo esperado pela Educação. “Ainda pode ser revisto como aconteceu no ano passado. Precisamos acompanhar os próximos meses, mas é uma situação necessária. Em algum momento teria que acontecer duas provas no ano para que pudesse ser acertado o calendário de provas e tivéssemos sempre ao final do ano a prova do Enem. Os alunos acolheram a notícia um pouco ansiosos e temerosos, pela questão da preparação que vão ter que ter, mas todos tiveram a iniciativa de estudar e correr atrás dos objetivos e dos conteúdos a serem vencidos.”

Sobre os vestibulares, Lucas comenta que o que ainda tem é a data do vestibular da Universidade Federal do Paraná, que irá acontecer dentro das próximas semanas, mas ainda é o 2020/2021. Há algumas semanas foi realizado os vestibulares da Universidade Estadual de Londrina e de Ponta Grossa. “Estamos atentos ao lançamento de editais. Acreditamos que após passarem essas provas, as universidades irão lançar esses editais das provas 21/22. Mas continuamos com a preparação e com o cronograma para a preparação”, comenta.

Preparação online
Há mais de um ano sem aulas presenciais, o Cursinho Conexão decidiu formatar todo o ano de 2021 para aulas online e Lucas confirma que o retorno às salas de aula somente com o final da pandemia ou 100% dos professores e alunos vacinados com as duas doses, para garantir a segurança de todos. Até lá, a equipe segue realizando o trabalho nos moldes, incentivando os alunos e quebrando barreiras e limites cidade. “Atualmente temos alunos que são do interior do município, Balsa Nova e Curitiba que acompanham nossas aulas, que foi algo que o modelo online nos possibilitou. Além disso, conseguimos apresentar mais materiais para nossos alunos por meio das plataformas que utilizamos nas aulas online e estamos sempre ‘puxando’ eles para participarem ativamente das aulas”, relata.

Mas nem tudo são flores na aula online. Lucas comenta que há sim muita falta na construção de um relacionamento consistente entre professores e alunos e mesmo entre alunos, que ajuda a aliviar a tensão das provas pela troca de experiências.

“Além disso, os desafios vão desde as falhas na internet, até a falta de interação dos alunos que têm vergonha de abrir a câmera ou o microfone para falar, para conversar, e nós sentimos muita falta disso. O ser humano precisa deste contato que faz muita falta. Esse meio online prejudica mesmo para nós avaliarmos se eles realmente entenderam o conteúdo, pois os professores observavam pelos olhares e expressão facial dos alunos se eles estavam entendendo ou não o que estava sendo ensinado. Também faz falta as conversas paralelas em sala de aula, pois ali estávamos vendo se eles estavam prestando atenção ou não, hoje eles podem estar trocando mensagem no Whatsapp e nós não estarmos nem sabendo”, completa.

Para combater os desafios, foi criado o Tutoria no Conexão, onde foram eleitos professores para acompanharem os alunos em várias questões que incluem psicológicas, profissionais e pessoais, que não deixam o ensino totalmente distante deles, e têm um espaço no qual conseguem compartilhar experiências, o que tem sido muito positivo, comenta Lucas.  

Conselhos do Conexão
Atenção vestibulando para as dicas do Conexão de como se preparar para as provas mesmo com ensino remoto:

O esforço é sim muito válido e necessário, mais ainda que no presencial, pois o ensino remoto demanda mais tanto da equipe técnica como do aluno. Evite distração, se concentre ao máximo e absorva os conteúdos. Faça uma rotina diária de estudos, estabeleça horários de estudo. Divida horários de matérias para revisão de conteúdo. Você precisa de estudo pré e pós aula.

Cuide da saúde mental. Se tiver condições, procure psicólogo ou terapeuta. O ano de vestibular é muito estressante. Nós como cursinho entendemos isso.

Se alimente bem, cuide da sua saúde, faça exercícios, tenha equilíbrio. Tire tempo para relaxar, descansar. Não use esse tempo para ficar nas redes sociais, se perdendo em coisas desnecessárias, como “ver a vida perfeita das blogueiras”. Isso pode gerar gatilhos e é uma fantasia. Faça coisas edificantes.

Estabeleça horários de descanso, refeições, planejar o que fazer no final de semana e faça um controle do que precisa dar mais enfoque.

Permaneçam fortes e unidos, deem apoio uns aos outros. Você não está sozinho nesta fase. Busquem pessoas que agreguem a vocês neste período.