Quinta-feira às 18 de Agosto de 2022 às 10:23:40
EM CAMPO LARGO  | 11º
Policial

Colégio São Pedro e São Paulo tem aulas canceladas após arrombamento

Foram furtados um kit Educatron, que é composto de um suporte, um televisor 43’ e um mini computador integrado, as torneiras dos bebedouros, a fiação de energia elétrica e telefônica e mais

Colégio São Pedro e São Paulo tem aulas canceladas após arrombamento

Uma comunidade inteira prejudicada. Na manhã desta segunda-feira (25), ao chegarem no Colégio Estadual São Pedro e São Paulo, foi identificado um arrombamento, o que ocasionou no cancelamento da aula e prejudicou aproximadamente 350 alunos e toda a equipe de colaboradores no dia em que retornariam das férias de inverno.

Segundo relato do diretor da instituição, Ramiro de Oliveira Junior, nesta segunda-feira, após chegar para abrir o colégio, pouco antes das 7 horas da manhã, uma colaboradora identificou o arrombamento. “Ela me ligou e eu já estava próximo do colégio. Ao chegar, identifiquei o arrombamento no portão, em sala de aula, quebraram o relógio de energia, viraram as câmeras, entre outras coisas.”

Do colégio foram furtados um kit Educatron, que é composto de um suporte, um televisor 43’ e um mini computador integrado – que havia sido instalado na última sexta-feira (22) e foi enviado pela Secretaria de Educação do Estado do Paraná –, as torneiras dos bebedouros, a fiação de energia elétrica, fiação telefônica, materiais esportivos e dois botijões de gás. Ele comenta que não dá para ter certeza se o arrombamento aconteceu nesta madrugada ou em qual dia do final de semana, mas agora o trabalho é reestabelecer a energia para recuperar as imagens das câmeras. O serviço de monitoramento também esteve no local, visto que os alarmes não foram disparados durante a ação criminosa.

“A Polícia Militar esteve aqui pela manhã, já registramos o Boletim de Ocorrência. Já entrei em contato com a Cocel e com o Núcleo de Educação, porque o colégio não tem dinheiro para consertar todo este prejuízo. Hoje as aulas estão suspensas, a escola está escura, sem internet e nem gás temos para fazer a merenda. Conforme for reestabelecido, iremos comunicar os pais sobre o retorno. É um sentimento de revolta, frustração. Nós lutamos para realizar um bom trabalho em prol dos alunos e de toda a comunidade, mas agora nosso sentimento é de impotência. Esperamos que tudo seja resolvido o mais breve possível”, finaliza.