Sábado | 17 de Abril de 2021 00:12
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Desde 1968 Campo Largo tem sua própria distribuidora de energia

A  Cocel é uma das 48 concessionárias de distribuição de energia elétrica na região Sul do país. A Prefeitura Municipal possui 99,61% das ações da Companhia, que desde a fundação teve como princípio contribuir com o desenvolvimento do município

A Companhia Campolarguense de Energia – Cocel é uma das 48 concessionárias de distribuição de energia elétrica na região Sul do país. A Prefeitura Municipal possui 99,61% das ações da Companhia, que desde a fundação teve como princípio contribuir com o desenvolvimento do município.

Antes da fundação da Cocel, até 1945 a distribuição de energia em Campo Largo era realizada pela Companhia Força e Luz de Curitiba com a colaboração da Prefeitura Municipal de Campo Largo, que era responsável por calcular o consumo de energia de cada cliente – não existiam medidores de consumo instalados, o cálculo era realizado por estimativa de acordo com o número de lâmpadas que cada residência possuía. Em 1945 a Companhia Força e Luz de Curitiba vendeu à Prefeitura Municipal de Campo Largo os direitos de distribuição, manutenção, ampliação da rede de energia e cobrança das faturas. Foi então criada a Divisão de Energia Elétrica do município.

Neste período o Governo Federal iniciou a regulamentação das concessões para distribuição de energia elétrica, possibilitando que a Prefeituras assumissem esta responsabilidade por meio de empresas de economia mista – que são empresas constituídas por capital público e privado. Esta é a razão para que a Prefeitura não detenha 100% das ações da Cocel, a formação de uma “economia mista” exige a participação de capital privado, mesmo que minoritário. Os acionistas minoritários que derem início à Cocel foram os fundadores da empresa.

O prefeito de Campo Largo na época, Newton Puppi, tomou todas as providências para que o município conseguisse atender todas as exigências do Governo Federal para receber a concessão, criando a nova empresa de economia mista e tornando a Divisão de Energia Elétrica em uma empresa com gestão própria. O advogado Renato Borges de Macedo foi fundamental neste processo.

No final de 1967 o Governo Federal fez a concessão do serviço de distribuição de energia no município à empresa que seria criada e em 5 de março de 1968 foi fundada a Cocel – na época “Companhia Campolarguense de Eletricidade”. A razão social foi alterada para “Companhia Campolarguense de Energia – Cocel” anos depois. Alceo Angelo Cavalli, conhecido como “Tito Cavalli”, e Biazio Guarezi foram os profissionais responsáveis pelas atividades da Companhia desde a fundação.

Na época, a empresa atendia cerca de cinco mil unidades consumidoras de energia elétrica e a sede era na Rua Sete de Setembro, em uma casa alugada. Mais tarde mudou para o imóvel onde hoje é Casa da Cultura.

A atual sede, localizada na Rua Rui Barbosa, foi inaugurada em 1995. Ao longo destes 53 anos muita coisa mudou no serviço de distribuição de energia – novas tecnologias, materiais, equipamentos e normas de segurança. Campo Largo, que em 1968 tinha cerca de 30 mil habitantes atualmente ultrapassa os 120 mil habitantes.

Chegada da energia no interior

A chegada da energia no interior do município nos anos 1980, foi uma das ações de maior impacto da Companhia no crescimento de Campo Largo. Já na década de 1990 a expansão foi ainda maior, por meio dos Programas Luz no Campo e Luz para Todos.

As redes de distribuição da Cocel estão em 100% do município, atendendo mais de 53 mil unidades consumidoras.

Concessionária que mais cresceu no país

A Cocel vem se destacando no cenário nacional devido às ações de melhoria na qualidade do fornecimento de energia e no relacionamento com os consumidores que vem desenvolvendo. A Companhia foi reconhecida pela Aneel como a concessionária que mais cresceu em todo o país, num ranking em que concorrem todas as 96 concessionárias.