Terça-feira às 09 de Agosto de 2022 às 06:51:30
EM CAMPO LARGO 12º | 15º
Opinião

O tempo tem passado depressa e não é só impressão sua

Nesta semana, o mundo divulgou amplamente sobre o dia mais curto já registrado na Terra na história recente.

O tempo tem passado depressa e não é só impressão sua

Nesta semana, o mundo divulgou amplamente sobre o dia mais curto já registrado na Terra na história recente. Trata-se do último dia 29 de junho de 2022, o dia mais rápido já registrado no planeta desde 1960, ano em que os cientistas passaram a medir com relógios de alta precisão o tempo de rotação.

O levantamento realizado pela Time and Date, com dados do Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra, mostrou que o planeta completou a rotação - a volta completa em torno do seu eixo - com 1,59 milissegundos a menos que as exatas 24 horas. Embora diferenças pontuais sejam registradas, inclusive em 2019 quando realizou a rotação com 0,95 milissegundos a menos, a percepção geral é de que a rotação está diminuindo a velocidade, principalmente por influência da Lua e das marés. Há evidências que mostram que até a influência de eventos como El Niño podem impactar no movimento de rotação.

A causa dessa rotação “mais rápida” ainda é incerta para os cientistas, mas já existe uma discussão sobre a possibilidade de um “bissexto negativo”, onde se subtrai um número pequeno, mas significativo do relógio.

O interessante é como esses milissegundos nos fazem refletir sobre a nossa existência e administração do tempo por essa passagem terrestre, tão curta que fazemos aqui. Quando se tem o dia mais cheio, estressante e com muitas pendências a serem cumpridas, parece que 24 horas não são suficientes e precisaríamos de mais tempo para resolver tudo. Assim, vamos ocupando espaços que deveriam ser dedicados a outras tarefas, igualmente importantes, para colocar aquilo que dentro da nossa visão é “a prioridade do momento”.

Não podemos ter como muleta ou desculpa o “não tive tempo”, visto que, como diz o ditado popular, “se não tem tempo, não é prioridade”. Ao inciar 00h no relógio, todos temos o mesmo tempo, mas é o que fazemos com ele que define quem somos. Vamos permitir tempo para realizar refeições saudáveis ou iremos buscar fastfood e comidas mais “fáceis e rápidas”. Ficaremos o dia todo sentado ou iremos separar alguns minutos para caminhar. Ficaremos trancados o dia todo em casa ou teremos contato com a natureza, tomar sol e respirar ar puro. Dedicaremos tempo somente ao trabalho ou teremos momentos felizes com nossos familiares e amigos. Iremos ficar pensando em problemas a todo instante, em uma busca incessante para resolvê-los, ou separaremos um tempo para meditar. A escolha de como administramos o nosso tempo durante toda a vida irá ditar quanto tempo mais teremos na Terra. O sucesso não está somente no capital que você acumula ao longo da sua vida, mas na qualidade de vida, de relacionamentos e paz interior que você tem. Que sejamos mais sábios ao sermos os senhores do nosso tempo.