Sabado às 15 de Junho de 2024 às 08:44:06
Política

João Marcos Cavalin é destituído como presidente do PL, mas mantém sua pré-candidatura à Prefeitura

João Marcos Cavalin é destituído como presidente do PL, mas mantém sua pré-candidatura à Prefeitura

Após 18 anos na liderança do Partido Liberal (PL) em Campo Largo, João Marcos Cavalin foi destituído do cargo. Entretanto, ele confirmou à Folha que mantém a sua pré-candidatura ao cargo de prefeito para as Eleições 2024, o que deve permanecer até as convenções partidárias, quando tudo será decidido de maneira oficial.

“No presente período pré-eleitoral fomos orientados pelo presidente estadual do partido a realizarmos as reuniões preparatórias no ano de 2023, onde iniciamos a filiação de eventuais pré-candidatos a vereador e lideranças, bem como instituímos o PL Mulher e PL Jovem, e chegamos a um grande número de filiações, e a quarenta pré-candidatos, destacando que no município temos 16 vagas para candidatos a eleição proporcional de vereadores. Em dezembro de 2023, em reunião partidária, com votação unânime entre os presentes, fui indicado como pré-candidato a prefeito pelo Partido Liberal em Campo Largo.”

Disse também que no último dia 03 de junho, ele, juntamente com os demais colegas de partido, foram surpreendidos com a inativação da Comissão Provisória Municipal do Partido Liberal no município de Campo Largo. “Foi nomeada a nova comissão provisória no Município sem qualquer comunicado oficial fundamentando a decisão. No dia 04 de junho, nesta terça-feira, seria realizada um reunião para deliberar sobre uma imposição relatada por um deputado federal ao partido visando apoio à pré-candidatura de outro candidato. Em conversa com os pré-candidatos do partido, a grande maioria se posicionou contrária ao eventual apoio. A reunião foi suspensa devido a inativação da Comissão Provisória Municipal”, completa.

Explicou que a saída tem relação direta com a discordância no apoio de outro candidato à Prefeitura de Campo Largo, mas que não recebeu de maneira oficial do diretório do partido a nível nacional a recomendação para o apoio.

“Destaco que continuo com minha pré-candidatura para prefeito pelo Partido Liberal no município de Campo Largo, com apoio da grande maioria dos pré-candidatos e filiados do partido, respeitando o previsto no Estatuto do Partido Liberal, bem como discutiremos nos próximos dias, junto aos filiados, os últimos acontecimentos relativos ao partido. Estou à disposição para qualquer esclarecimento sobre qualquer situação relativa ao período de minha administração no Partido Liberal, alertando sobre diversas inverdades que estão sendo publicadas a respeito do Partido e seus membros”, finalizou por meio de nota.

A Folha tentou contato com o PL Paraná, para se posicionar sobre o assunto, mas sem sucesso. Seguimos com o espaço aberto para manifestações.