Sexta-feira às 19 de Abril de 2024 às 12:35:34
EM CAMPO LARGO  | 21º
Opinião

Dia do Consumidor convida a conhecer sobre direitos e deveres

Dia do Consumidor convida a conhecer sobre direitos e deveres

É celebrado nesta sexta-feira (15) o Dia do Consumidor, uma data oportuna para a reflexão da importância de um consumo consciente e responsável. Superando as barreiras do consumismo desenfreado, de apenas aproveitar as tradicionais ofertas e promoções que acontecem tanto nas grandes redes, como nos pequenos comércios, a data convida toda a comunidade a conhecer e compreender os seus direitos e deveres no papel de consumidores e vendedores, buscando um mercado mais justo e transparente para todos.

Quando se fala sobre ser um consumidor consciente, a ideia nos remete a algo que vai além de apenas buscar o menor preço. Dentro desta premissa, é fundamental estarmos cientes de nossos direitos e deveres para garantir uma experiência de compra segura e satisfatória. No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) é a principal legislação que rege as relações de consumo, estabelecendo uma série de direitos que devem ser respeitados pelas empresas.

Alguns dos pontos cruciais e que devem estar impressos em nossas mentes a respeito de direitos são a informação, o que inclui clareza sobre os produtos e serviços ofertados com preço, características, riscos, prazos de entrega e outros mais que forem pertinentes à compra; à proteção contra propaganda enganosa que possam induzir o consumidor a adquirir um produto ou serviço; à garantia legal daqueles produtos adquiridos e também sobre a devolução. Ainda dentro destas bases, incluímos os deveres dos clientes, que precisam agir com responsabilidade ao realizar compras, sendo algo fundamental para garantir um mercado mais equilibrado, o que inclui tirar dúvidas, ler atentamente os contratos antes de assinar, utilizar os produtos e serviços de maneira adequada e reclamar quando seus direitos forem violados.

Quando há ciência pelo menos do básico sobre a compra e venda e as leis que estão em torno delas, podemos, como clientela, fazer escolhas mais conscientes e responsáveis, e sermos éticos, transparentes e justos no papel de vendedores.

Por isso, lembre-se que consumir com consciência é um ato de cidadania. Ao defendermos nossos direitos e cobrarmos das empresas o cumprimento de seus deveres, também estaremos contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável.