Quinta-feira às 25 de Julho de 2024 às 02:55:13
Geral

Parque Newton Puppi ganha praça em homenagem à Força Expedicionária Brasileira

Memorial foi criado para lembrar os 72 pracinhas campo-larguenses que participaram da Segunda Guerra Mundial

 

Parque Newton Puppi ganha praça em homenagem à Força Expedicionária Brasileira

O dia 12 de junho de 2024 entrou para a história de Campo Largo. Foi nesta quarta-feira em que o município inaugurou a praça que servirá como memorial à Força Expedicionária Brasileira (FEB), homenageando assim os 72 campo-larguenses que combateram na Segunda Guerra Mundial, ao lado das forças aliadas.

Localizada no parque Newton Puppi, ao lado do Tiro de Guerra da cidade, a praça foi ornamentada com uma placa relativa ao evento e com uma viatura blindada de combate do tipo M60 A3 TTS, de fabricação norte-americana.

Contando com um sistema de controle de tiro computadorizado, o M60 foi utilizado por vários países e participou de diversos conflitos ao redor do mundo, incluindo a Guerra do Golfo. Nela, relatos contam que 102 blindados iraquianos foram abatidos por esses equipamentos, contra apenas um M60.



Estiveram presentes na inauguração do memorial o Prefeito Maurício Rivabem, o General de Divisão José Ricardo Vendramin Nunes, o General de Brigada Ivan Alexandre Corrêa Silva, o General de Brigada Alexandre Pfaender Junior, o Subtenente Genésio Ballatka, o Subtenente Natalício da Mota Rodrigues.

“Nós tivemos 72 pracinhas, que foram filhos, pais, esposos e fizeram história nessa cidade,” declarou Rivabem. “E, através da parceria com o Exército Brasileiro, estamos inaugurando esse memorial que é um marco para todos nós, honrando aqueles que fizeram tanto por nós.”

Maurício Rivabem também agradeceu durante seu discurso ao advogado Celso Teixeira, que serviu ao Exército Brasileiro e é atual diretor jurídico da Porcelanas Schmidt. Celso foi o responsável por conseguir trazer o blindado M60 para Campo Largo. “Agradecemos pelo seu trabalho, pela sua visão de ajudar todos nós, porque quando nós falamos de um tanque de guerra, que poucas cidades têm, estamos honrando o nosso passado”, valorizou Rivabem.



Memória - Filha do pracinha Mário do Nascimento Camargo, Edwirgem Marly Camargo Rogacheski lembrou que seu saudoso pai participava de todos os desfile de 7 de setembro e adorava o parque em que o memorial à FEB foi instalado. “Nos cabe hoje honrá-lo, como a todos os outros expedicionários que nos trouxeram de novo a grande honra de termos uma pátria livre,” disse.

Tal sentimento foi compartilhado por sua irmã, Maryland Camargo Boaron. “Nosso pai foi um grande incentivador, um dos ajudantes a fundar o Museu de Campo Largo, sempre participou dos eventos, das comemorações, era um amante do civismo, do amor à pátria,” afirmou. “Do lugar onde está, com certeza, junto aos demais, está muito feliz pela homenagem que recebemos.”

As filhas de Antônio Fabrício da Silva, Maria Fabrício Fior e Luzia Fabrício da Silva, também lembraram com carinho do ex-combatente. “Temos o maior orgulho disso, uma pessoa de respeito, de caráter, que criou sete filhas e adorava o que fazia, cuidou muito bem da família e da cidade, inclusive,” afirmaram.

Presenças - Também compareceram à solenidade, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Campo Largo (Acicla), Vinícius Spack; Pedro Parolin Teixeira representando a Porcelana Schmidt; o presidente da Câmara Municipal de Campo Largo, João D´Água, os vereadores André Gabardo, Pedrinho Barausse, João Freita, Sargento Leandro Chrestani, Genésio da Vital e Cléa Oliveira.

Estiveram ainda os secretários municipais Danieli Artigas (Comunicação Social e TI), Rafael Rogiski (Administração), Flávio Barszcz (Obras Viárias), Samir Moussa (Ordem Pública), Fledinei Borges Licheski (Desenvolvimento Urbano), Bodan Metko (Agricultura e Agropecuária), Thiago Teixeira (Meio Ambiente); Juarez Butture (Desenvolvimento Econômico e Turismo), Cristian Gorski (Esporte, Lazer e Cultura), Eliezer Leal (Desenvolvimento Social) e Dorotéa Stoco (Educação).