VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 16º | 20º

Terça-feira | 02 de Março de 2021 13:33
Terça-feira | 02 de Março de 2021 13:33
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 16º | 20º

Retorno às aulas, mas ainda não como todos esperam

As aulas vão retornar e os 200 dias letivos serão cumpridos em 2021, independente de serem feitos de modo híbrido ou remoto.

Por: Redação

As aulas vão retornar e os 200 dias letivos serão cumpridos em 2021, independente de serem feitos de modo híbrido ou remoto. Ano passado – embora pareça distante – os alunos estavam se preparando de maneira ansiosa para assumir suas carteiras escolares, com vontade de reencontrar os amigos e conhecer os novos professores. O uniforme era novo, o material também. Aulas a distância era uma realidade somente para quem já estava no Ensino Superior e afins.

Crianças pequenas estavam angustiadas e ao mesmo tempo animadas pelo primeiro dia de aula. Seus pais estavam apenas angustiados mesmo, por verem que seus filhos haviam crescido e se tornado independentes tão depressa. Hoje cá estamos na indecisão de dois caminhos: mandar para a escola, mesmo com a ameaça invisível da Covid-19, ou deixar em isolamento por mais um ano, com ensino remoto. Cada escolha tem seu lado positivo e também sua consequência. Somente a família, analisando sua realidade individual, poderá optar.

O Município e o Estado se mostram cuidadosos ao adotar inúmeros protocolos de cuidados com os alunos e profissionais da área da Educação. Já estão sendo disponibilizados materiais de higiene para as instituições, que serão utilizados durante este período. A Folha teve acesso a um desses protocolos e há inúmeras situações pontuadas nele, sobre como agir diante de inúmeras situações que podem vir a ocorrer dentro de uma instituição escolar.
Se as orientações já estão sendo repassadas aos profissionais da Educação, que voltaram aos seus postos de trabalho – no Município – no último dia 10 de fevereiro e estão passando por capacitação, cabe aos pais orientar também seus filhos. Tanto aqueles que irão voltar para a escola no modelo híbrido devem saber que terão que usar máscara durante todo o tempo, lavar as mãos com frequência e usar álcool em gel. Eles poderão ter o contato social com amigos, mas de maneira diferente do que estavam acostumados antes, mantendo o distanciamento, sem empréstimo de materiais ou dividir objetos pessoais, por exemplo. Já não é possível abraçar a professora, mas há outras formas de demonstrar carinho e respeito. Converse com seu filho e o oriente.

Para aqueles que irão continuar no ensino remoto, que tal iniciar com a organização da rotina? O primeiro passo é engajar a criança nas atividades que serão propostas pela escola, mostre que serão interessantes e que este é um novo momento de evolução em sua vida. Crie um ambiente adequado para que a criança possa prestar atenção unicamente na aula, sem distrações. Ajude ela na conferência das atividades e ver seus acertos e erros. Seja um incentivador e separe um tempo para ela. Independente de ensino híbrido ou remoto, escola e família compõem uma fórmula que sempre dá certo. Quando um pode contar com o outro, todos saem ganhando, especialmente o aluno, independente do ano que ele se encontra.

Ainda não é o retorno que todos desejam, com estávamos habituados, mas que a normalidade então seja essa união tão necessária.

227 visitas






Sua Opinião