Domingo | 05 de Dezembro de 2021 16:39
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Opinião

O discurso é de mudar o sistema de dentro pra fora

Sim, ele se filiou. Antes com um discurso de que não queria se envolver em política, o ex-juiz Sergio Moro se filiou, nesta quarta-feira (10), ao Partido Podemos.

Sim, ele se filiou. Antes com um discurso de que não queria se envolver em política, o ex-juiz Sergio Moro se filiou, nesta quarta-feira (10), ao Partido Podemos. Na solenidade, até mesmo falou sobre Plano de Governo, com propostas para melhorar a Economia e também aproveitou para fazer críticas ao presidente Bolsonaro e ao PT.

Ele ainda não confirmou claramente que será candidato, mas a situação leva a crer que sim, até mesmo porque diz se colocar à disposição dos brasileiros. Neste período longe dos holofotes parece ter estudado e elaborado propostas a uma possível candidatura à presidência. Falando sobre sua experiência, está entre os objetivos combater a corrupção e proteger a família, preservando as liberdades e respeito ao próximo.

Também falou sobre erradicar a pobreza, diminuir desigualdades, sobre oferecer qualidade em Saúde, Educação e Segurança. Falando em Economia, citou o controle da inflação, responsabilidade fiscal, fomento do emprego e desenvolvimento sustentável.

O argumento dele entrar na política, contrariando o que mencionava quando aceitou ser ministro do governo Bolsonaro, é que mesmo quebrando a impunidade da grande corrupção não houve mudanças após a Operação Lava Jato, o que achava que iria ocorrer. Ressaltou que seu trabalho como ministro foi boicotado e seria uma farsa manter sua posição. Segundo ele, com objetivo de ver esta mudança só resta a ele mudar o sistema de dentro pra fora. Ressaltou que se fala muito que o Brasil é o país do futuro, mas um futuro que nunca chega. Afirma que seu plano de governo vai além, pensando na reconstrução do país e de sonhos perdidos.

Com uma imagem que ficou estremecida com a saída do governo Bolsonaro, Moro volta com uma postura querendo mostrar que os brasileiros podem confiar nele e suas intenções com o País. Diz ter compromisso com o povo brasileiro e fez críticas ao PT, à corrupção, a esquemas milionários e que resultam em pessoas desempregadas e empobrecendo.

O discurso dele é de que nunca renunciará aos seus princípios e ao compromisso com o povo brasileiro e que nenhum cargo vale a sua alma. Assim esperamos, não só como possível candidato, mas de todos que estão por vir. De que as atitudes sejam realmente para uma mudança, para pensar no País e seu povo, para pensar no desenvolvimento, em fomentar a Economia e dar no mínimo condições dignas a todos. A pandemia trouxe mais dívidas e instabilidade, mas muitas vezes na dificuldade é que se vê que a única chance é mudar o caminho. Que façamos o melhor!