Quinta-feira | 16 de Setembro de 2021 19:33
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Opinião

Não bastasse os reflexos da pandemia, empresários não têm paz

Já é de conhecimento de todos as dificuldades que os empresários têm passado nesta pandemia.

Já é de conhecimento de todos as dificuldades que os empresários têm passado nesta pandemia. Por muito tempo estabelecimentos fechados – sem falar os que nem podem funcionar –, muitas restrições, reflexo da insegurança econômica em que muitos temem os gastos e ao mesmo tempo as contas que chegam para pagar, os salários, os impostos. Uma empresa que ajudava a sustentar diversas famílias, aos poucos se viu sendo obrigada a ser parte do alto índice de desemprego.

Uma situação inesperada, em que pessoas, instituições e governos não sabem ao certo o que fazer. É na tentativa e erro. E com isso muita consequência negativa. Não bastasse isso, a criminalidade tira o que é conquistado com tanto sacrifício, em momentos tão difíceis.
Essa semana repercutiu nas redes sociais um apelo contra “uma onda de arrombamentos” na cidade. Em poucas conversas, um empresário conseguiu nominar 30 empresas que recentemente foram arrombadas, apenas de conhecidos e amigos. A partir daí viralizou com 255 compartilhamentos. Pessoas com sensação de impotência, sem saber o que fazer para se protegerem, para resguardarem seus bens. Dizem que precisam ficar aprisionadas na própria casa para tentarem se proteger e nem assim estão imunes.

Gera muita revolta, indignação, um clamor por solução das autoridades. A polícia é a primeira a ser solicitada, mas o problema vai muito além, envolve Justiça, Governo e também a sociedade como um todo. É preciso de uma sincronia perfeita entre esses órgãos para um bom resultado. Como começar? O que arrumar? Aonde está a falha?

Esses conflitos e violência impactou o mundo todo na pandemia. A organização não governamental (ONG) Instituto de Economia e Paz (IEP) publicou relatório nesta quinta-feira (17)  apresentando uma situação de mais agitação civil e instabilidade política. O relatório apresenta o impacto significativo no nível de paz em todo o mundo em 2020. A violência doméstica aumentou, crimes que no início tinham caído voltaram a subir. Tudo um reflexo de ter exacerbado as tensões. Além disso, a situação econômica, crítica em muitos lugares, pode ainda aumentar esta situação.

Vamos procurar nos envolver mais, saber qual é a nossa parte neste cenário tão difícil. Somente agindo localmente conseguiremos ter resultados em grandes proporções, sem esperar que algo maior aconteça. Vamos nos unir!