Sábado | 23 de Outubro de 2021 07:54
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Recital Notas para a Vida envolve pacientes e pais no Hospital Infantil

Na última quinta-feira (07.10), pacientes do Hospital Waldemar Monastier em Campo Largo, puderam ter um dia mais alegre e especial, pois puderam apreciar a apresentação de um recital com o músico Jair Petry.

Na última quinta-feira (07.10), pacientes do Hospital Waldemar Monastier em Campo Largo, puderam ter um dia mais alegre e especial, pois puderam apreciar a apresentação de um recital com o músico Jair Petry, empreendedor do projeto Notas para a Vida e voluntário do hospital na cidade. O projeto, que nasceu em 2016, com ajuda do governo e de parceiros, vem em um tour pela capital e região metropolitana, com recitais em hospitais, orfanatos e casas de recuperação, levando a paz e bem- estar através da música. É a melodia que toma conta das instituições.

A música despertou atenção dos pequenos e seus pais, que ali seguem acompanhando nos tratamentos médicos. Como os dias não são nada fáceis para os pequenos pacientes, os poucos momentos que o músico esteve no hospital, o sentimento de alegria tomou conta da criançada, até porque a data dedicada a elas não poderia passar em branco.

Os aplausos e sorrisos foram inevitáveis, o que impulsiona ainda mais o artista a seguir em frente com o projeto Notas para a Vida. Logo no mês de novembro, Jair Petry, estará em tour por Santa Catarina. Projeto Ao ouvir uma música, como você sente? É com a melodia que emoções, lembranças, pessoas, momentos, começam a passar pela nossa memória e nos transmitem a sensação de bem- estar, não é mesmo? Agora pare um pouco e imagine o quanto a música pode proporcionar melhor qualidade de vida para pacientes acamados ou há tempos em tratamentos nos hospitais, ou em idosos em asilos, abandonados, ou ainda em orfanatos, muitas vezes, rejeitados, à espera de uma nova família.

Esta é a iniciativa Notas para a Vida, projeto criado pelo empreendedor social Jair Marcelo Petry. Ele leva através da música o despertar da paz, alegria e até mesmo cura a pessoas doentes e necessitadas. Petry teve a iniciativa do Projeto Notas para a Vida no início de 2016, quando realizou algumas contrapartidas de um projeto cultural em creches municipais na periferia de Curitiba. Percebeu então, naquele momento, a reação das crianças que estavam ali e como o impacto da música era forte frente a todas as questões sociais, por elas enfrentadas.

Após um ano planejando como a música poderia fazer melhor sentido pra si mesmo e como poderia ajudar cada vez mais pessoas, o empreendedor retomou o projeto em 2018, com o objetivo de estar em meio a um maior número de instituições, afinal como diz Petry: “a música é como se fossem pequenas doses de anestésico para curar dores emocionais". Nesta mesma época, a Itaipu Binacional comprou a ideia e se tornou uma grande parceira oportunizando na realização de 60 ações nos estados do Paraná e Santa Catarina.

Em 2020 o Projeto Notas para a Vida, contou com o patrocínio do Banco Sicoob, onde foram realizadas 40 ações em 25 instituições e mesmo com a pandemia em momentos críticos as atividades foram mantidas. Em alguns hospitais como, por exemplo, a Santa Casa de Curitiba, Hospital Infantil de Campo Largo, Hospital Governador Celso Ramos em Florianópolis, o projeto foi o único do gênero a estar dentro de suas dependências. Neste ano, quem ajudará a manter este belíssimo projeto são a Havan, a Enercan e o Governo Federal, através do Ministério do Turismo com foco na realização de quase 100 ações no Paraná e Santa Catarina. Legenda – Bem-estar por meio da música é um dos objetivos do projeto