Sexta-feira | 16 de Abril de 2021 22:27
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Memórias vivas e divertidas de Marcelo Puppi no livro Do outro lado da rua

Boas crônicas, bom humor e bons personagens. Resultados de boas memórias que formaram um livro "Do outro lado da rua", escrito pelo ex-prefeito Marcelo Puppi (in memorian), que faleceu vítima de complicações da Covid-19 no dia 07 de janeiro de 2021

Boas crônicas, bom humor e bons personagens. Resultados de boas memórias que formaram um livro conhecido por muitos – ou por alguns – campo-larguenses, escrito pelo ex-prefeito Marcelo Puppi (in memorian), que faleceu vítima de complicações da Covid-19 no dia 07 de janeiro de 2021. Uma leitura leve e, que com tempo, por um leitor ávido, facilmente é terminado em um dia. “Do outro lado da rua” é um arquivo vivo de memórias sobre situações ligadas à política vivenciadas por Puppi.

Mostra que o ex-prefeito também vivenciou situações engraçadas e algumas delas chegam a ser “embaraçosas”, mas soube se sair bem diante delas. Assim como bem diz a crônica já no início do livro, intitulada de “O Cidadão e a Política”, vamos direto ao ponto, “vamos conversar sobre política”, como colocou o personagem da história – sem dar muitos spoilers aos futuros interessados pela obra.

O livro traz muitas informações interessantes sobre desenvolvimento de Campo Largo, especialmente sob uma ótica bastante interessante para ser lida em 2021, e como funciona a estrutura de um município. Embora tenha sido publicado em 1998, continua bastante atual, como acontece no capítulo “Município Brasileiro”. Nele, Puppi traz várias informações importantes sobre as funções da administração municipal, quais são os seus deveres para com o cidadão, tanto no Poder Executivo, como no Legislativo.

No capítulo “O Desenvolvimento Econômico e o Negócio Celular”, Marcelo descreve o avanço de Campo Largo, desde a época da imigração e faz uma importante observação – para a época e válida até hoje – sobre a preparação da cidade para receber as grandes multinacionais, considerando desde o local onde a cidade está situada até mesmo a preparação dos cidadãos para assumir as vagas de emprego.

Grandes nomes, grandes curiosidades

Não somente de histórias de Campo Largo estão compostas o livro “Do outro lado da rua”, mas também de outras cidades do Paraná. Por meio do livro, é possível ver a convivência que Marcelo tinha com grandes nomes da política paranaense, como José Richa, Jaime Lerner, Cássio Taniguchi e Paulo Pimentel, por exemplo, e o quão atento era com os bastidores.

Uma das histórias mais interessantes foi “O Sonho, o Pedido e a Obra”, que conta a história de Casemiro Karmann e Augusto Pires de Paula e a construção da ponte sobre o Rio Açungui, na Estrada do Cerne, no interior de Campo Largo. Marcelo Puppi tinha um vasto conhecimento sobre a história de Campo Largo e sobre a política em si.

Princípios, Meios e Fins

Na contracapa do livro, Puppi escreveu: “Não sou escritor. Gosto de escrever. E isto faz a diferença, do ponto de vista generoso do leitor. (...) As histórias que escrevi são frutos das experiências que vivi, dos amigos que observei, das cidades que me cativaram. No fundo, o que queria realmente era fazer uma declaração de amor à minha terra e à minha gente. Quanto mais conheci cidades neste mundo, quanto mais fiquei fascinado por diferentes povos, mais tive vontade de regressar para casa. Campo Largo é verdadeiramente a minha casa”.

No último capítulo do livro, Marcelo relembra dassuas viagens e oportunidades que teve no exterior e também pessoas com as quais pode aprender mais sobre política, humanidade e fé.

Dados Bibliográficos

O livro “Do Outro Lado da Rua” foi escrito por Marcelo Fabiani Puppi e publicado pela editora Cambuí Ltda, em 1998. Apoio da publicação pelo Instituto Friedrich Naumann