VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 16º | 20º

Terça-feira | 02 de Março de 2021 14:00
Terça-feira | 02 de Março de 2021 14:00
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 16º | 20º

Grande corrente de compartilhamentos na internet ajuda noiva a recuperar anel de noivado

Marina Soares perdeu o anel de noivado no trajeto até a academia, mas em menos de 24 horas recuperou graças à solidariedade dos campo-larguenses  

Por: Caroline Paulart

Uma história capaz de mexer com os corações românticos e deixá-los aflitos. A noiva campo-larguense Marina Soares, que namora com Herik Andrade há 10 anos e nove meses e está noiva desde o último dia 01 de janeiro de 2021 – acabou perdendo a aliança de noivado, mas mobilizou dezenas de pessoas até ter um desfecho feliz para a história.

“Perdi o anel de noivado nesta terça-feira, dia 16. Tirei ele quando estava em casa e coloquei em cima do carro, pois estava passando um creme nos braços. Ao sair para a academia esqueci de pegar de volta. Quando cheguei na academia, fui encher a garrafinha de água e percebi que estava sem o anel na minha mão.”

A partir dali o sentimento foi de desespero e aflição, pois mais do que uma joia, o anel de noivado traz também o símbolo do enlace do casal. A primeira coisa que fez foi ligar para a mãe, que havia a levado até a academia e realizar o trajeto a pé, porém não encontrou.

Marina foi até a casa do noivo e contou o que havia acontecido. Na mesma hora eles saíram à procura do anel, porém não encontraram também. “Na hora do desespero fiz uma publicação no meu Instagram, para que as pessoas pudessem compartilhar o sumiço do anel e, caso alguém encontrasse, entrasse em contato comigo. No momento em que fiz a postagem percebi que muitas pessoas estavam compartilhando pra me ajudar. Me senti muito grata por ver a solidariedade das pessoas, inclusive pelo fato de que pessoas que eu nem conhecia estavam me ajudando”, diz.

“Encontramos o anel!”
Marina comentou que sempre se manteve bem esperançosa sobre encontrar o anel e que durante essa terça-feira passou das 10h30 às 17h procurando o mesmo, tamanho valor sentimental tem para ela.

Somente no dia seguinte Marina recebeu a tão aguardada notícia. Duas mulheres chamadas Sandra e Thainá encontraram o anel em uma rua da Vila Bancária, enquanto praticavam suas atividades físicas. “Elas me ligaram, pois tinham visto os compartilhamentos nas redes sociais. Eu estava em frente à joalheria onde foi comprado o anel de noivado, na esperança de que se alguém o encontrasse levasse na loja, quando recebi a ligação. Na hora que atendi, elas me contaram que tinham encontrado um anel e em seguida me enviou uma foto por WhatsApp, quando tive a certeza que era o meu e explodi de felicidade”, relata.

Marina, Sandra e Thainá combinaram então o local da entrega e chegando lá “foi só emoção”. Combinamos de nos encontrar em um apartamento, que era na mesma rua que ela encontrou o anel. Chegando lá, a Sandra e sua filha Thainá me entregaram o anel e “foi só emoção”.

“Eu fiquei muito feliz de ver a comoção das pessoas, sobretudo de pessoas que eu nem conhecia e estavam dispostas a me ajudar. Deixo o meu agradecimento para todos que me ajudaram compartilhando a publicação em suas redes sociais, pois sem a ajuda deles, a Sandra e a Thaína afirmaram que não saberiam o que fazer com o anel, uma vez que ele não tem nenhuma identificação e elas não teriam como saber de quem era. Quanto à Sandra e à Thainá, não tenho nem palavras pra descrever a gratidão por elas. São pessoas de muita luz e bondade. Hoje eu estou mais feliz ainda por saber que ainda existem pessoas honestas e que se importam com o próximo. Agradeço também ao meu noivo por ter me ajudado desde o começo até o fim desse episódio, mostrando que o amor sempre prevalece, independente de qualquer coisa”, finaliza.

2846 visitas






Sua Opinião