Quinta-feira | 16 de Setembro de 2021 19:08
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Comemoração dos 199 anos da Independência reúne autoridades e educadores em cerimônia

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (01) a cerimônia solene em comemoração ao 199 do aniversário da Independência Brasileira, celebrado no próximo dia 07 de setembro.

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (01) a cerimônia solene em comemoração ao 199 do aniversário da Independência Brasileira, celebrado no próximo dia 07 de setembro. Por conta da pandemia, não será possível realizar o tradicional Desfile de 07 de Setembro, mas a comemoração reuniu o prefeito Maurício Rivabem, vereadores, secretários da Prefeitura de Campo Largo, representantes da Guarda Municipal e das escolas e centros de educação infantil municipais de Campo Largo.

Durante o evento foram tocados os Hinos Nacional, da Independência e de Campo Largo, sendo este a regravação original, apresentada oficialmente aos campo-larguenses na presente data.

Em seu discurso, o prefeito Maurício Rivabem relembrou de anos anteriores, quando ainda era possível realizar os tradicionais desfiles, mas que destacou que hoje a prioridade é a segurança de todos os munícipes. “Já tem alguns dias que as coisas estão modificando, sem nenhuma morte registrada por Covid-19, mas infelizmente ainda temos alguns casos. Por isso, nós da Prefeitura, estamos protegendo professores, alunos e população de Campo Largo. Porém, já planejando para o ano que vem um dos maiores 07 de Setembro da história.”
O prefeito relembrou que o ano de 2021 é bastante festivo para a cidade, que comemora seus 150 anos de Emancipação Política, e que também não pode ser comemorado com grandes festividades em virtude da pandemia.

Também durante o evento foi realizada a leitura de um poema de Alice Gödke, entitulado de “Viva a nossa liberdade”, declamada pela professora Sueli Ferreira. Também houve a leitura de um breve relato sobre a cidade, feito pela diretora da Escola Municipal O Ateneu, Ana Paula Borges Benato.
A transmissão pode ser vista no Facebook da Folha de Campo Largo e mais publicações referentes à Semana da Pátria estarão disponíveis nas redes sociais da Prefeitura de Campo Largo.

Grande anúncio para a Educação
Maurício fez questão de destacar o trabalho exercido pelos professores ao longo de todo o período da pandemia, e que ainda se estende neste período de ensino híbrido e remoto. “Aos professores e colaboradores, parabenizo, pois se reinventaram e fizeram o possível para manter a educação dos nossos alunos. Meu muito obrigado a todo o trabalho desempenhado por vocês”, disse.

Aproveitando a ocasião, o prefeito explicou que para 2022 readequações serão feitas no transporte escolar, que levarão à economia de R$ 5 milhões, sendo possível construir quatro novas escolas na cidade, sendo uma maior no Centro.

Hino de Campo Largo
Durante a cerimônia, foi tocado o hino oficial e original de Campo Largo. À Folha de Campo Largo, a diretora municipal de Cultura e historiadora Lindamir Ivanoski explicou que desde os anos de 1950 existiram três versões para o Hino de Campo Largo, que foi escrito pela professora Odila Portugal Castagnoli e tem melodia e arranjo da professora Dinorá Moraes de Azevedo.

“O campo-larguense Alan Vidal recordou que quando ele era pequeno a mãe dele cantava outra versão do hino. Há aproximadamente 10 anos então ele começou a procurar essa outra versão, mas não recebeu muita atenção de outras pessoas. Foi então que há mais ou menos um ano ele conversou com o então prefeito Marcelo Puppi, na época, e conosco da Cultura, e começamos uma pesquisa mais aprofundada.”

Lindamir conta que junto com o Alan, com a família da dona Odila – as sobrinhas Magáli e a Lolári – foi possível encontrar no Arquivo Público do Estado do Paraná a melodia, ou seja, a partitura, do hino original. “Nós já sabíamos que quando a dona Odila escreveu a letra, mais tarde foi retirada uma estrófe ‘Bem de longe veio a Santa, à busca do papai grande’. Alguns comentam que era por causa da religiosidade, mas ela não tem essa conotação, mas o papai grande se refere ao João Antônio da Costa, que dá o nome à famosa Praça do Sagrada”, diz.

João Antônio da Costa doou várias terras para Campo Largo, para a instalação da vila que deu início à cidade e era uma pessoa muito boa, que ajudava os primeiros moradores de Campo Largo. “Quando resgatamos a partitura, e a letra que já tínhamos, conversamos com o Alan e a família da dona Odila, e a Rosangela Moraes Azevedo, filha da dona Dinorá, foi possível regravar o original e será repassada para a população, que poderá cantá-lo após alguns anos”, comenta. “O resgate do hino original é de extrema importância, pois relata toda a história de Campo Largo. É um resgate histórico nos 150 anos de Campo Largo”, finaliza.