Sábado | 12 de Junho de 2021 23:47
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Aumento no preço do trigo no Paraná pode impactar valores de produtos derivados

O produto chegou a ser vendido no Paraná a R$ 1.600 a tonelada. O Rio Grande do Sul também apresentou aumento no preço do produto.

De acordo com o Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea), da Universidade de São Paulo (USP), nas últimas semanas o preço pago pelo trigo no campo chegou ao maior patamar desde 2004, sendo considerado um índice histórico.

O produto chegou a ser vendido no Paraná a R$ 1.600 a tonelada. O Rio Grande do Sul também apresentou aumento no preço do produto. Entre os motivos para o aumento, a Cepea aponta para a baixa disponibilidade do produto no mercado interno, causado principalmente pelo período de alta entre safra e produção menor na última safra, quando foi recolhida uma colheita menor do que se esperava, prejudicada também pelas condições climáticas do Paraná.

A moeda interna desvalorizada, no caso o real, a tendência do preço do produto é subir, pois a cotação é feita com base no dólar, para equilibrar os valores de importação e exportação. Alguns acabam importando o produto então da Argentina ou Paraguai.

Em abril de 2021, o preço da farinha normal chegou a R$ 3,17 nos mercados, R$ 0,52 a mais do que em 2020. Já a farinha especial subiu ainda mais, apresentando uma aumento de R$ 0,82 aos consumidores. Esses valores acabam interferindo inclusive nos preços de produtos derivados do trigo, como pães, bolos e massas.