Terça-feira às 09 de Agosto de 2022 às 08:47:08
EM CAMPO LARGO 12º | 15º
Geral

Primeira audiência pública do projeto básico do sistema de transporte coletivo é realizada na Câmara

Audiência aconteceu na última quinta-feira (28) com a presença de lideranças da Secretaria de Ordem Pública, Segurança Pública e população

 

Primeira audiência pública do projeto básico do sistema de transporte coletivo é realizada na Câmara

Uma reunião para discutir as demandas do Transporte Público aqui no município aconteceu na noite desta quinta-feira (28), na Câmara Municipal de Campo Largo, e contou com a presença de lideranças da Secretaria Municipal de Ordem Pública, do Deptran, da Segurança Pública e também da população campo-larguense.

As propostas vieram para abranger as demandas que a população tem apresentado, referentes ao serviço de transporte público, com destaque para a nova licitação do transporte coletivo que será aberta para exercício a partir de 2023.

A apresentação contou com cerca de 50 participantes e pode ser acessada na página do Facebook da Câmara Municipal de Campo Largo. A empresa contratada pela Prefeitura Municipal explanou como será a assessoria e execução de todo o processo de licitação. Foram apresentados números e um diagnóstico das atuais condições das linhas mais utilizadas, e também foram debatidas ideias para buscar soluções frente às reclamações da população citadas em uma pesquisa de satisfação com mais de 1.300 usuários.

Uma próxima audiência será realizada, até o final de agosto, e a Prefeitura de Campo Largo orienta a população a participar das novas tratativas que o poder público busca para ampliar e melhorar o acesso e a manutenção dos serviços de transporte público disponibilizados na cidade.

O engenheiro de trânsito do município, Luiz Felipe Gomes Dellaroza, observa que “as propostas corroboram para a otimização do sistema, com aumento do controle da concessão pela instalação da Central de Controle Operacional. Isso permite a obtenção de mais dados para ampliar o controle sobre o contrato, o cumprimento de horários, as viagens que acontecem atrasadas, as viagens que não acontecem, justificando cobrança e eficiência nas situações apresentadas pelos próprios usuários”. Dellaroza destaca ainda que o objetivo é melhorar o serviço público prestado e algumas sugestões são discutidas para a otimização da rede como: alteração de alguns trajetos das atuais linhas, sem a redução da área atendida, pelo contrário, aumentando a área contemplada. 

Conforme explicitado durante a audiência, os principais objetivos a serem alcançados com a nova concessão do serviço de transporte coletivo são: melhorar a qualidade dos serviços prestados à população e a eficiência, fazendo mais com menos. A principal meta é para com o cuidado com a sustentabilidade ambiental, social e econômica do território campo-larguense.

Confira as principais estratégias reveladas ontem:

  • Dimensionar e contratar a operação do transporte coletivo

  • Reforçar qualidades (abrangência e cobertura da rede e integração)

  • Corrigir deficiências (confiabilidade, imagem e conforto)

  • Investimentos em tecnologia e gestão

  • Redução das emissões e a degradação ambiental

  • Melhorar a gestão sobre os serviços

  • Facilitar a fiscalização de toda a área concessionada

As propostas iniciais apresentadas não são definitivas, pois serão avaliadas detalhadamente para confirmar viabilidade em campo. As mesmas também serão debatidas com os vereadores, com a comissão da licitação de transporte coletivo para, então, novamente serem debatidas com a população. 

Sendo assim, uma nova audiência pública será agendada, em data a definir. Continue acompanhando os canais oficiais da Prefeitura.