VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Segunda-feira | 19 de Outubro de 2020 18:14
Segunda-feira | 19 de Outubro de 2020 18:14
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

ALIMENTOS ORGÂNICOS 04/07/2013


Por: Ana Lúcia

04/07/2013

Ecologicamente corretos, eles conquistam mais e mais adeptos. Também pudera! Livres de agrotóxicos, tornam o cardápio diário mais saudável.

A produção de alimentos orgânicos é controlada pelos órgãos que emitem o certificado de qualidade, após inspecionar os locais de produção e processamento. As empresas habilitadas que dão o certificado de qualidade ao produtor, estampam seu selo na embalagem dos produtos. “Ele garante que o alimento foi produzido em equilíbrio ambiental, sem substâncias tóxicas, e também que é provenientes de animais criados sem antibióticos”.

A produção de orgânicos, prioriza um solo equilibrado em nutrientes, isso garante alimentos com maior valor nutricional. A planta se autodefende, produzindo mais vitaminas e fitoquímicos com ação antioxidante, como os flavonóides e o licopeno.

Não há diferença de calorias nos alimentos orgânicos. Caloria é a soma dos componentes protéicos com os açúcares, carboidratos e gorduras dos alimentos. O que irá definir no alimento são o tempo de exposição da planta ao sol e o seu processo de fotossíntese. Portanto, se o tomate foi cultivado segundo técnicas orgânicas ou convencionais, não irá fazer diferença nenhuma (com relação a calorias) . “Os nutrientes que podem aparecer em maior quantidades nos orgânicos são vitaminas e minerais – e esses não interferem no valor calórico”.

Outra dúvida comum é : Quais as diferenças entre produtos orgânicos e hidropônicos?
-Eles são bem diferentes. O solo funciona como um filtro para os orgânicos. Assim, o vegetal absorve apenas o necessário e fica livre de possíveis impurezas. Por se produzido em ambiente harmonioso, a planta orgânica apresenta um metabolismo equilibrado e mais resistente a pragas e doenças. O vegetal hidropônico, por sua vez, é cultivado na água, recebe agrotóxicos e adubos químicos , que são integralmente absorvidos pela planta, podendo causar acúmulo de substâncias tóxicas – especialmente nitratos.

Essa absorção excessiva desequilibra o metabolismo da planta, tornando os hidropônicos mais suscetíveis a pragas.

Pesquisas sobre o valor nutricional , durabilidade e toxicidade nos orgânicos aumentaram consideravelmente na última década. No Brasil, os orgânicos são estudados por universidades e centros de pesquisa que atuam com questões ambientais.

 

1430 visitas






Sua Opinião





Últimas Notícias