VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Segunda-feira | 19 de Outubro de 2020 17:43
Segunda-feira | 19 de Outubro de 2020 17:43
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Alimentação correta e consumo de água no Inverno 20/06/2013


Por: Ana Lúcia

20/06/2013

No inverno a sensação de sede diminui, contudo é muito importante a ingestão de água nesse período. O consumo de cerca de dois litros nesses dias mais frios é importante para evitar problemas renais, doenças de pele e desidratação. No inverno, o corpo de fato precisa de menos água do que no verão, por isso sentimos menos sede. O problema é que pessoas que já bebem pouco no calor, bebem menos ainda no frio.

Existe um equilíbrio entre a ingestão e a eliminação de água pelos mecanismos reguladores do organismo, a perda de água é regulada pelos rins, pela pele, pelos pulmões, pelo tubo digestivo. A água não deve ser bebida na quantidade necessária para manter a condição do corpo estável em termos de temperatura e pressão. A quantidade de água que devemos ingerir por dia depende da quantidade eliminada. Eliminamos cerca de 2 litros de água por dia pela urina, fezes, transpiração e expiração do ar. Sendo assim a mesma quantidade de líquidos deve ser ingerida . A quantidade pode aumentar dependendo de outros fatores como peso, altura, sexo, atividade física, clima etc.

Uma forma de se observar se a quantidade de água ingerida é adequada, é observar a quantidade de urina eliminada no dia e sua cor. Quando a quantidade de água é suficiente, a urina é eliminada em grande quantidade e em cor clara, quase transparente. Se a sua urina é pouca e de cor escura, o seu corpo está avisando que precisa de mais água.O ideal é que se beba água aos poucos, ao longo de todo o dia, a água existente nos alimentos também é válida para completar a quantidade necessária de água do dia, frutas e legumes com alto teor de água e sopas são boas opções.
 

Em qualquer época do ano, é fundamental manter um cardápio equilibrado e nutritivo, (quantidade adequada de carboidratos, proteínas, fibras, vitaminas e minerais). No frio o organismo precisa de mais energia para produzir os níveis ideais de calor, no entanto mesmo no inverno deve se ter uma alimentação equilibrada. É verdade que necessitamos nos alimentar um pouco mais no inverno, mas não se deve comer alimentos gordurosos em grandes quantidades; feijoada, fondue, calabresa, bacon e chocolates devem ser consumidos moderadamente. O ideal é alimentar-se várias vezes ao dia, sem exageros. A alimentação adequada é uma grande aliada da boa saúde, visto que uma dieta irregular pode ser fator determinante ao surgimento de doenças graves como hipertensão, obesidade, desequilíbrios na tireoide, além de contribuir com eventos cardiovasculares.

 

2666 visitas






Sua Opinião





Últimas Notícias