VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Sexta-feira | 23 de Outubro de 2020 08:09
Sexta-feira | 23 de Outubro de 2020 08:09
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

bairros de Campo Largo recebem investimento

Basso assina convênio para construção de 454 casas populares em Campo Largo

Por: Rodrigo

O Prefeito de Campo Largo Edson Basso, assinou na manhã desta terça-feira (18) o convênio com a Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná) e a Caixa Econômica Federal para a construção de 454 casas no município. A cidade foi a maior beneficiada até agora em todo o Paraná pelo projeto "Minha Casa, Minha Vida" do Governo Federal, que deve investir cerca de R$ 110 milhões na construção de 2,6 mil moradias.
Do total de moradias, 1.350 são direcionadas às famílias com renda mensal de até três salários. Os recursos totais previstos pelo Governo Federal para o Paraná são de R$ 1,76 bilhão. Os contratos foram assinados também pelo superintendente da Caixa Econômica Federal, Jorge Kalache Filho, e pelos prefeitos dos municípios contemplados.
As unidades que passam a ser construídas nos bairros São Marcos, São Jerônimo e Cristo Rei, atendem cerca de 20% da necessidade habitacional do município, explicou o prefeito Edson Basso. Ele aponta que a parceria com os governos Federal e do Paraná foi a principal responsável pela viabilização do projeto em Campo Largo, e adiantou: "Mas esta parceria não para por aqui. É apenas o primeiro [passo] para nos incentivar ainda mais em busca de terrenos e parcerias para viabilizar mais casas para os que mais precisam".
De acordo com a Cohapar e o Departamento de Habitação do município, as 454 casas serão distribuídas, preliminarmente, da seguinte maneira: São Marcos (112), São Jerônimo (195) e Cristo Rei (147).
OBRAS
Elizabeth Alessi, superintendente da Caixa, detalhou os próximos passos para o início das obras das 2.694 casas. "Os 14 municípios estão recebendo um CD com todas as instruções para realizar as licitações. De acordo com as regras, cada um deles vai abrir o processo de licitação chamando as construtoras. Após a contratação da vencedora do processo, a documentação será encaminhada à CAIXA. Em no máximo 90 dias as obras terão início".

3235 visitas






Sua Opinião