VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Domingo | 25 de Outubro de 2020 17:11
Domingo | 25 de Outubro de 2020 17:11
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Uma história de amor pelo que fazemos, nestes 30 anos

Que orgulho chegar à comemoração desses 30 anos. Quantas amizades, parcerias, histórias registradas

Por: Redação

Que orgulho chegar à comemoração desses 30 anos. Quantas amizades, parcerias, histórias registradas... Nosso propósito é fazer o nosso melhor em notícia local. Temos compromisso com o lei­tor em informar com credibilidade e sabemos que somos uma referência na cidade, o que aumenta nossa respon­sabilidade. Não é fácil chegar aos 30 anos de fundação, neste período muitos outros veículos de comunicação não conseguiram se manter. Principalmente quando es­tamos inseridos em uma prestação de serviço em meio a era digital, mas que como poucos municípios ainda con­seguimos manter a tradição do veículo impresso, que é o que nos fortalece dia a dia.

Assim como qualquer empresa, passamos por altos e baixos, e sempre tendo que lidar com a opinião crítica dos leitores, que nos norteiam em nosso trabalho e nos fazem crescer. A equipe da Folha é, sem dúvida, uma grande fa­mília e a todos que dela fazem – ou já fizeram – parte, agradecemos de coração. Cada um agregou para cons­truirmos o que somos hoje, não podemos jamais esque­cer de olhar para trás. Também valorizamos intensamente desde aquele senhorzinho que aguarda ansioso a espera do jornal na banca, até aos nossos mais fiéis anunciantes.

Há 30 anos, o fundador Germano José de Oliveira, mesmo sem ter feito curso na área, soube conduzir com muita sabedoria a linha editorial do jornal, colocando como prioridade o leitor e sempre buscando a notícia de forma imparcial, mostrando os dois lados. A Folha é con­siderada por ele como um filho, que exige aquele cuidado diário, o olhar atento a cada detalhe - são muitos desafios e aprendizados. Essa visão demonstra o carinho com que o jornal é produzido. Poucos sabem as dificuldades dos bastidores. Foram muitas madrugadas acordado para fi­nalizar a edição semanal, tamanha era a dificuldade na época, com poucos recursos tecnológicos, tendo que li­teralmente montar manualmente o jornal. Hoje, a dificul­dade já é o imediatismo, a urgência com que as pessoas querem a notícia, sem nem mesmo quererem aguardar confirmação dos fatos.

Hoje também temos muitos amigos virtuais, que mandam suas sugestões e contribuem de forma muito rápida com o conteúdo do jornal. Buscamos cumprir sua expectativa a cada linha que escrevemos, publicamos e compartilhamos. Vamos manter esse relacionamento que tem dado certo e esperamos que muitos anos ainda ve­nham pela frente! A você, nossa eterna gratidão!

12574 visitas






Sua Opinião