VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Sexta-feira | 25 de Setembro de 2020 20:34
Sexta-feira | 25 de Setembro de 2020 20:34
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Tudo o que você faz, um dia volta para você...

Já diz a famosa canção do cantor e compositor Renato Russo, Boomerang Blues, “tudo o que você faz, um dia volta para você”.

Por: Redação

Já diz a famosa canção do cantor e compositor Renato Russo, Boomerang Blues, “tudo o que você faz, um dia volta para você”. E essa é uma verdade incontestável. Como esperar colher maçãs, se plantou bananas? Isso serve para coisas boas na nossa vida e para coisas ruins.

Nesta semana, o médico intensivista Dr. Dalton Rivabem precisou ser internado na mesma UTI que lutou para construir, que investiu tempo para ajudar a equipar e treinar as equipes de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e todos os colaboradores que tanto se dedicam ao setor. Ele está agora desfrutando de um atendimento de excelência, que tanto lutou para implantar. Sua trajetória na Saúde rendeu inúmeros comentários de apoio em nossa rede social, quando divulgada a matéria de que ele estava internado por ter complicado os sintomas decorrentes da Covid-19. Há muita gente torcendo pela sua vitória, pois em milhares de atendimentos que prestou ao longo da sua carreira profissional, os fez com dedicação e afinco. Isso é uma resposta a colher coisas boas, quando planta coisa boas em prol do outro.

Isso não quer dizer também que devemos fazer as coisas esperando algo em troca, mas é algo que acontece naturalmente, como consequência dos nossos atos. É dedicar-se em fazer seu trabalho e ações do dia a dia pensando em como irá impactar na vida do outro, o que representará no futuro. O amanhã depende do que estamos fazendo neste momento, é algo que vamos construindo e quando menos esperamos podemos ser surpreendidos positivamente.

Do contrário também é uma verdade assertiva. Muitos podem dizer “nossa, mas tem tanto político que rouba e saem impunes”, porém, a colheita um dia chega. Nesse caso, com a conscientização da população, que já deixou de eleger uma grande parcela de políticos que antes ocupavam cadeiras e pouco faziam por seus semelhantes. Em 2018 aconteceu a maior renovação já vista na história brasileira. Se resolveu? Sim e não. Isso mostrou a força do povo, que o poder está no voto de cada um e não na persuasão dos discursos políticos. Agora falta acertar a mão para eleger uma pessoa que realmente lute pelas necessidades da sociedade.

Aos poucos vamos acertando, passando a analisar melhor o cenário em que vivemos, do que realmente precisamos e o que faz diferença em nossas vidas.

Esse boomerang também volta para quem deseja a queda do outro, sem precedentes. Que ao invés de lutar pelo seu próprio negócio, dispensa tempo e energia colocando pedras de tropeço para outras pessoas. Não é uma ameaça, apenas uma constatação. E ninguém critica o fraco, ou odeia o irrelevante. Conviva com o sucesso do outro e corra atrás do seu também, você merece ser feliz.

580 visitas






Sua Opinião