VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Sábado | 24 de Outubro de 2020 06:58
Sábado | 24 de Outubro de 2020 06:58
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Responsabilidade pela saúde coletiva é de todos

É muito comum que sejam cobradas as autoridades públicas sobre as carências existentes dentro da saúde pública

Por: Redação

É muito comum que sejam cobradas as autoridades públicas sobre as carências existentes dentro da saúde pública. Problemas como a falta de profissionais para o atendimento ao público, falta de equipamentos, medicamentos e leitos, são sim de responsabilidade dos governos municipais, estaduais e federal, pois estão inclusos dentro da administração pública. Porém, a saúde coletiva, que pode ser considerada a maior fatia do bolo, também é de responsabilidade de todos os cidadãos.

Nesta época do ano, infelizmente, sempre estão presentes os surtos de dengue, zika, chikungunya, febre amarela... Doenças sérias, que podem causar sequelas graves à saúde, desde bebês até idosos, e até a morte; mas que possuem um método profilático fácil e acessível, que é o cuidado para não acumular água em pneus, potes, vasos de plantas e tantos outros locais. Algo tão simples que infelizmente acabam passando sem cuidado por uma parcela da população. Isso geram surtos epidêmicos, acabam lotando os hospitais e ocupando profissionais, por algo que pode ser evitado.

O governo tem que garantir as campanhas de conscientização, enviar agentes para verificação nas casas e condomínios? Sim, é um trabalho extremamente importante. Mas nós também temos que garantir que nossa parte esteja sendo feita, não somente quando a agente passa, mas diariamente. Logicamente, existem situações onde o mosquito consegue se procriar dentro das florestas, onde nem sempre é possível realizar atitudes de prevenção. Porém, as ocorrências poderiam ser bem menores nestes casos.

Outra doença que tem preocupado muito as autoridades é o sarampo, uma doença que já havia sido erradicada no país há alguns anos, graças à vacinação das crianças. As fake news em torno das vacinas fizeram voltar essa doença séria, que pode gerar complicações graves, voltar com força e, em todo o Brasil, quase 16 mil casos foram registrados só em 2019. É de extrema importância que todos sejam imunizados, que as campanhas de vacinação tenham adesão da população para evitar que a situação piore em 2020 e que possamos ser um país livre desta doença novamente.

Neste início de ano ainda fomos surpreendidos com o Coronavírus, que surgiu na China, mas está se espalhando e já foram registrados casos suspeitos em oito países. A origem da doença ainda está sendo investigada, mas é mais uma situação que precisamos nos cuidar e prevenir.
Atitudes como vacinação e cuidados com a sua moradia, local onde trabalha, estuda ou frequenta serão de esforços valiosos para garantir uma saúde coletiva de qualidade. Crianças geralmente são muito entusiasmadas em fazer as coisas de forma certa, possuem energia para que isso aconteça, porém, elas fazem isso quando existe alguém capaz de ensiná-las a fazer o melhor em cada situação apresentada. Ensinamentos como separação do lixo, troca da água do bichinho de estimação, bem como o zelo com a sua própria saúde poderão garantir uma coletividade mais saudável no futuro.

 

2643 visitas






Sua Opinião