VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Quarta-feira | 21 de Outubro de 2020 14:07
Quarta-feira | 21 de Outubro de 2020 14:07
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Quão dependentes somos um dos outros?

É sempre preciso de uma mãozinha, de alguém que preste um serviço, que esteja à disposição para oferecer um ombro amigo

Por: Redação

Ninguém é autossuficiente. É sempre preciso de uma mãozinha, de alguém que preste um serviço, que esteja à disposição para oferecer um ombro amigo. Porém, cada dia mais as pessoas estão isoladas, uma das outras, e con­seguem cada vez menos enxergar essa corrente que nos une. Nesta semana aconteceu a tragédia das chuvas que acometeram o Rio de Janeiro. Uma das vítimas foi tentar ajudar outras duas mulheres que foram atingidas por um deslizamento - o que havia sido divulgado pela grande mídia. Se comprovada, essa é uma atitude heróica, louvável; pois quantas pessoas dariam a vida pelo seu próximo?

Estamos entrando na Semana Santa, e sendo você cristão ou não, tome esse período como reflexão, se não o fez durante toda a Quaresma. Uma Quaresma muito pesada por sinal, onde várias tragédias, mortes, crimes foram come­tidos, o que nos leva a pensar em quão amargo é o mundo.

Há sempre alguém que precisa falar e alguém que precisa ouvir alguma coisa. Espera-se que tudo aconteça de forma respeitosa, mas nem sempre é assim. O problema é a tolerância. ‘Não me importa o que aconteceu, não me importa pelo que você está passando, não me importo com você, eu quero para ontem, quero para já, preciso disso agora’, frases que muito embora não sejam ditas diretamente (na maioria das vezes) estão escondidas atrás de atitudes egoístas, de pessoas muito ocupadas com suas próprias vidas e ganhos. Será que foi isso mesmo que Jesus ensinou para nós quando esteve aqui?

Reafirmo, você não precisa ser cristão para usar Jesus como um exemplo de humanidade. Ele tinha compaixão, tinha paciência, ensinava por meio das parábolas, das histórias e, principalmente, do exemplo. Você está fazendo isso? Jesus era autossuficiente, se Ele quissesse ser, porém, Ele passou uma vida inteira interagindo com as pessoas, mostrando a elas o que é ser realmente uma comunidade unida. Mas ainda assim passou por muitas angústias, assim como nós passamos, foi traído, foi morto, mas ressuscitou e venceu toda a mágoa, a mácula.

Ele mostrou que o que importa mais é amar a Deus, guardando Seus ensinos, e amar ao próximo como você ama a si mesmo. Na proporção em que o mundo de egocentrismo vive hoje, quão grandemente seria amado o próximo se isso fosse colocado em prática? É algo que você não precisa ser religioso, defensor de placas de igrejas para colocar em prática. É só amar. É muito difícil sorrir e desejar um bom dia?

Nós não somos perfeitos, erramos todos os dias, com pessoas que não conhecemos e também com aquelas que amamos. Porém, precisamos ter em mente que somos uma soma, um conjunto, um quebra-cabeças de peças que se encaixam e que se complementam por meio do respeito e da transmissão de conhecimentos que carregamos ao longo da vida. Estamos aqui em uma constante aprendizagem, porque ninguém é autossuficiente.

9451 visitas






Sua Opinião





Últimas Notícias