VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Quarta-feira | 28 de Outubro de 2020 07:47
Quarta-feira | 28 de Outubro de 2020 07:47
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Não é a obrigação que deve nos mover

Há muito tempo, já ensinava o empresário e filantropo Andrew Carnegie, ‘não se satisfaça apenas em cumprir sua obrigação. Faça mais que sua obrigação

Por: Redação

Há muito tempo, já ensinava o empresário e filantropo Andrew Carnegie, ‘não se satisfaça apenas em cumprir sua obrigação. Faça mais que sua obrigação. É o cavalo que termina com uma cabeça à frente que vence a corrida’, instruindo que devemos ser movidos por algo além do que mera obrigação. Quando há obrigação, nem sempre há disposição, vontade ou interesse e as atitudes são tomadas simplesmente porque algo precisa ser feito.

Neste domingo (06), acontecerá a Eleição para os membros do Conselho Tutelar, na qual irão eleger pessoas que ficarão à frente desta instituição por quatro anos. Você não é legalmente obrigado a participar, mas deveria fazê-lo. É algo simples, mas de extrema importância para a cidade, já que essas pessoas irão dar voz, proteger e zelar pelos direitos daqueles que ainda não conseguem se defender sozinhos.

Para ter tamanha noção da importância da instituição em uma cidade, o Ministério Público, em seu site, define como um órgão colegiado, sem a intervenção de outros poderes, para que possa exercer livremente a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes, com idade até 12 anos, sem se omitir ou receber represálias.

É direito de todas as crianças o seu desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual, social, em condições de liberdade e dignidade. Dentro de Campo Largo, milhares de crianças estão sob os olhos da instituição, que também fiscaliza situações como a frequência escolar, por exemplo. Muitas pessoas ainda acreditam que o Conselho Tutelar só atua em situações onde há maus tratos ou abuso infantil, quando exercem um papel de suma importância, mas não é só isso. Algumas pessoas também confundem e ainda acreditam que cabe ao Conselho Tutelar buscar crianças e adolescentes em festas ou emitir autorizações para viagens, por exemplo, quando isso na verdade é dever do Poder Judiciário.Cabe ao Conselho Tutelar zelar pelos direitos e agir quando eles são violados, seja pelo País, Estado, cidade, familiares, amigos, conhecidos e até mesmo pela própria criança ou adolescente, recebendo denúncias que podem vir da própria família, escola, hospitais e outras instituições que tomem conhecimento. Cabe a eles apresentar essas denúncias ao órgão competente, que irá direcionar para uma solução.

Estamos próximos da comemoração do Dia das Crianças, qual melhor presente você pode dar ao seu pequeno, seja ele filho, neto, sobrinho, afilhado, se não exercendo o seu direito à cidadania, e de certa forma garantindo também o direito dele, por meio do voto? Estamos tão acostumados com frases como “as crianças são o futuro da nação”, mas o que estamos fazendo em benefício delas? Pense que não muito distante existem crianças do tamanho desta que enquanto você lê pode estar brincando, fazendo suas tarefas, na escola, ou mesmo ao seu lado, que não têm tanta sorte de ter uma família consciente e responsável e que poderá ter um futuro melhor com uma pessoa competente que irá lutar por ela. Não é sua obrigação ir votar neste domingo, mas é algo tão rápido, simples e importante, que temos certeza que a sua consciência não deixará isso passar batido. Bons cidadãos e boas cidades são formados principalmente a partir do  exercício dos direitos como a esses membros são depositados.
 

5948 visitas






Sua Opinião