VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Sexta-feira | 25 de Setembro de 2020 20:05
Sexta-feira | 25 de Setembro de 2020 20:05
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

É cedo para ser otimista com 2021?

Será que é muito cedo para ser otimista com 2021? Quando nos deparamos com informações sobre possíveis obras que irão inaugurar, melhorando vários aspectos da nossa cidade, como as trincheiras na BR-277.

Por: Redação

Será que é muito cedo para ser otimista com 2021? Quando nos deparamos com informações sobre possíveis obras que irão inaugurar, melhorando vários aspectos da nossa cidade, como as trincheiras na BR-277, que trarão mais segurança no trânsito de uma das rodovias mais movimentadas da região...

O Centro de Educação Profissional, que deveria ter sido entregue há anos, já ter formado milhares de campo-larguenses, mas que finalmente irá chegar. Não podemos esquecer da Estrada do Mato Grosso, na Ferraria, que há anos luta por condições melhores de mobilidade. Há ainda a esperança para, quem sabe, o asfalto da PR-090, que embora não tenha uma data certa para iniciar a fase de projetos, pode ser aberta a licitação a qualquer momento, neste ano, no próximo, quem sabe.

Isso nos faz ter vontade de ser imediatamente levados para o ano de 2021. Quem sabe, até lá, a vacina e o tratamento contra a Covid-19 já esteja à nossa disposição e possamos ter uma vida “mais normal”, ainda que dentro no “novo normal”, como vem sendo chamado ou não tenhamos que nos preocupar em achatamento ou subida da curva.
Este é o momento em que respiramos fundo e pensamos novamente: é muito cedo para ser otimista com o ano que virá? Talvez sim, talvez seja a ansiedade, um transtorno que se tornou quase uma marca dos brasileiros e que precisa ser tratado, ou a necessidade de ver um cenário melhor. Mas, o primeiro passo para alcançar esse cenário é tomar iniciativas hoje.
Quando pensamos dessa forma, vemos o quanto pessoas lá trás lutaram para conseguir essas melhorias que estamos vendo nascer aos poucos. Tudo é uma luta gigante para conquistar, nada surge do dia para a noite, infelizmente. Pessoas deram vazão a essas necessidades com suas vidas, literalmente, pois vidas se perderam em acidentes de carro naquele trecho, por exemplo.

Mais uma vez, a gente se depara com a necessidade de manter os pés no chão, manter nossa cabeça centralizada “no que eu posso fazer para contribuir com o futuro?”. Estamos praticamente na metade do ano de 2020, e quando olhamos lá em 2019, estávamos esperançosos para este ano que vivemos hoje e fomos muito surpreendidos. Nós podemos ser otimistas? Sim, claro, mas não apenas com o próximo ano, ser otimistas também com o amanhã, para conseguirmos colher frutos em um futuro próximo. Afinal, ninguém consegue fazer uma boa colheita, se não realizar o plantio e cuidar dia após dia da sua plantação.
 

1500 visitas






Sua Opinião