VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Sexta-feira | 25 de Setembro de 2020 20:17
Sexta-feira | 25 de Setembro de 2020 20:17
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

A união que todos esperávamos

Assustador seria a palavra adequada para tantos casos de homicídio que estamos vendo, semana após semana, pois são mortes bárbaras, que chocam a população e que acabam dando a sensação de insegurança

Por: Redação

Assustador seria a palavra adequada para tantos casos de homicídio que estamos vendo, semana após semana, pois são mortes bárbaras, que chocam a população e que acabam dando a sensação de insegurança. Campo Largo já atravessou momentos muito complicados quanto à segurança pública, especialmente ligados a arrombamentos de residências, assaltos a comércios, tráfico de drogas e mesmo homicídios.

Na última semana, inaugurou o Centro de Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que se trata de um projeto que visa integrar os trabalhos da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária e outras forças para atuarem em favor do cidadão, criando em todo o território uma muralha virtual, na qual é possível por meio de câmeras de alta precisão e um software bastante tecnológico – de acordo com imagens e informações já divulgadas oficialmente –, capaz de identificar mesmo alterações de caracterização dos veículos e atitudes suspeitas de maneira autônoma.

O mesmo sistema já é utilizado em várias cidades brasileiras, que apresentam alguns resultados positivos, especialmente na diminuição da violência. O fato é que com esse sistema iremos, sim, começar a viver uma nova realidade, de nos sentirmos mais seguros. Com mais agilidade e assertividade o crime será combatido e a nossa esperança é que realmente esses crimes, que hoje estamos vendo acontecer, sejam uma “página virada” na nossa história.

Ainda neste ano, a Folha havia feito uma matéria com o GM Arruda, hoje coordenador do Ciosp-GM, que havia contado que o monitoramento será feito 24h por dia, durante os sete dias da semana, com análise comportamental de atitudes suspeitas, que, quando identificadas, serão enviadas imediatamente para as viaturas, por meio dos tablets disponíveis nos carros para verificação. Isso é o mais importante, pois o crime nunca teve horário para acontecer.

Além disso, havia informado que o sistema é capaz de trabalhar mesmo na falta de energia ou de internet, coletando informações que servirão inclusive como provas em processos jurídicos.
 Essa é a segurança pública que tanto precisamos, que trabalha junto em prol da população, tanto no preventivo quanto no ostensivo, criando barreiras para a entrada de pessoas mal intencionadas na hora. Nossa esperança é que a investigação e a dissolução se torne mais rápida e eficiente e que esse modelo de integração sirva de exemplo para outros serviços públicos, que também poderiam ser mais eficazes se atuassem em conjunto.

337 visitas






Sua Opinião