Domingo | 05 de Dezembro de 2021 17:42
EM CAMPO LARGO 16º | 20º  
Geral

Parceria entre voluntários e empresa presenteia 350 crianças internadas em três hospitais

A união entre os Amigos do Eterno Juh, O Boticário Campo Largo e o Grupo Boticário levou para 350 crianças no Hospital Infantil Waldemar Monastier, em Campo Largo, Hospital Erastinho e Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, colônias que elevou a autoestima de quem enfrentava o internamento no Dia das Crianças

Um Dia das Crianças que ficará marcado na memória de crianças e famílias que estão em tratamento e também de voluntários. Assim pode ser definido o último dia 12, quando a equipe dos Amigos do Eterno Juh (AEJ), a empresa O Boticário Campo Largo e o Grupo Boticário se uniram para presentear um grupo de 350 crianças internadas, divididos entre o Hospital Infantil Waldemar Monastier, em Campo Largo, e o Hospital Erastinho e Hospital Pequeno Príncipe, ambos em Curitiba.

Raquel Paulart, idealizadora do movimento AEJ, conta que tudo começou em conversa com a amiga e apoiadora Rossana Souto. “Nós sempre pedimos para os nossos amigos ajudarem com presentes para as crianças e tivemos uma participação incrível na Páscoa. Sabemos que a situação tem sido complicada, por conta da pandemia, então para o Dia das Crianças decidimos pedir diretamente para as empresas. Enviei muitos ofícios para grandes empresas, muitas conversas e falei com a Rossana, que está sempre disposta a ajudar. Ela abraçou a causa e resolveu nos ajudar a conversar com o Grupo Boticário e a bênção foi muito maior do que imaginávamos.”

“O Grupo Boticário sempre está disponível a auxiliar os projetos e instituições sérias, fraternas e humanitárias, que promovam a solidariedade e amor ao próximo. Uma verdadeira bandeira da instituição, como o próprio slogan da empresa: ‘Onde tem amor tem cuidado’. Tenho certeza que um projeto tão sério e tão nobre, capitaneado pela família Paulart, facilita o diálogo com as grandes empresas do Brasil, como o Grupo Boticário. Todo o trabalho de logística, o carinho em preparar as embalagens e a entrega dos presentes foi emocionante e gratificante. Os sorrisos dessas crianças vão ficar em nossas memórias para sempre”, declarou Rossana Souto, proprietária do O Boticário Campo Largo.

Dr. Robson Castro Coelho, oncologista pediátrico e diretor do Hospital Erastinho, em Curitiba, explica que a chegada de ações voluntárias como essas são de extrema importância para a recuperação das crianças. “Toda a ajuda voluntária faz com que as famílias e principalmente as crianças tenham mais força para atravessar o momento mais delicado da vida deles. O câncer infantil leva bastante das nossas lágrimas, e ter pessoas dispostas a ajudar, trazendo força e consolo, nos faz ter forças para continuar a caminhada. Eleva a autoestima, os pacientes se sentem amados, queridos, que têm amigos e que há pessoas que torcem por eles. Isso é essencial.”