VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Quarta-feira | 21 de Outubro de 2020 12:57
Quarta-feira | 21 de Outubro de 2020 12:57
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Mais de 100 animais disponíveis para adoção na Vila Tripa e Razera

Vários antigos moradores da Vila Tripa e Razera já se mudaram para os condomínios que foram sorteados pela Prefeitura, porém agora o problema é outro.

Por: Caroline Paulart

Vários antigos moradores da Vila Tripa e Razera já se mudaram para os condomínios que foram sorteados pela Prefeitura, porém agora o problema é outro. Com a mudança, muitos donos não puderam levar seus animais junto e os deixaram no próprio bairro.

“Os moradores podem levar os animais, existem algumas regras para serem cumpridas, como em todos os condomínios, o problema é que há famílias que tinham até oito cachorros e o apartamento é pequeno e não há como levar eles junto. Eles deveriam ter se programado para doar esses cães, que agora estão em situação de abandono. A Prefeitura está realizando castrações desses animais, mas precisamos de uma mobilização para a doação e padrinhos e madrinhas que alimentem esses animais. Nós fomos lá verificar a situação e trouxemos uma cachorrinha que estava doente, porém nós estamos lotados, com 140 animais, não posso ficar com mais esses”, explica Mariane Mazzon, protetora e voluntária da ONG SOS 4 Patas.

Ela explica que essa situação está acontecendo há aproximadamente 15 dias, que existem alguns moradores ainda nas localidades, mas que já estão trabalhando para demolir as casas e muitos animais acabam ficando pela região, muitas vezes desorientados. “Normalmente animais que sempre moraram na rua são mais independentes, aconteceram situações de nós resgatarmos e ele fugir por não conseguir se adaptar. Apesar de muitos deles viveram soltos, eles estavam acostumados com uma pessoa tratando, cuidando deles, dando comida e água. Encontrar um novo lar para eles é imprescindível”, diz.
Interessados em praticar a adoção consciente desses animais devem entrar em contato com o telefone (41) 98741-8265.

A assessoria da Prefeitura informou que “A Secretaria de Meio Ambiente vem fazendo os levantamentos através da equipe de fiscalização em relação aos animais abandonados na localidade. Foram realizados cadastros das famílias e dos animais, onde serão realizadas as castrações pelo projeto de castração do Município. Vistorias continuam sendo feitas nas regiões para identificação dos animais abandonados e encaminhamento.”
60 mil reais em dívidas, mas o trabalho não para.

A ONG SOS 4 Patas trabalha há nove anos em Campo Largo e já ajudou a encontrar centenas de lares para animais abandonados, porém sempre contou com o auxílio de doadores voluntários e eventos beneficentes. Desde o início da pandemia, houve uma queda no número de doações – por conta da instabilidade econômica – e o maior número de cães abandonados, o que levou ao maior número de atendimentos veterinários por conta de envolvimento de animais em acidentes.

Em agosto, conforme conta Mariane, foram 152 animais resgatados, 24 adoções feitas, mas 128 animais estão aguardando um novo lar e são R$ 60 mil em dívidas, por conta dos atendimentos veterinários, medicamentos, exames, tratamentos, diárias em hotéis para cachorros que não possuem um lar.

“As doações ainda são baixas e com famílias perdendo fontes de renda, muitos animais são abandonados. Nós resgatamos muitos animais em situação grave por conta de atropelamentos, por não saberem andar na rua. Para amenizar a situação nós estamos fazendo rifas e bazares presenciais, que a pessoa agenda o horário para ver os produtos, não gerando aglomeração e divulgamos nossa conta bancária para quem quiser contribuir”, diz.

O bazar acontecerá neste sábado (05), das 08h às 15h, na Clínica Veterinária Campo Largo, Rua Xavier da Silva, 580, no Centro. Para agendar o horário entre em contato pelo telefone (41) 99514-2676.

1359 visitas






Sua Opinião





Últimas Notícias