VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Quarta-feira | 21 de Outubro de 2020 15:27
Quarta-feira | 21 de Outubro de 2020 15:27
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Capoeira nos Bairros leva cultura e esporte para crianças carentes

Existente há alguns anos, o projeto social Capoeira nos Bairros, desenvolvido hoje em Campo Largo e Balsa Nova

Por: Caroline Paulart

Existente há alguns anos, o projeto social Capoeira nos Bairros, desenvolvido hoje em Campo Largo e Balsa Nova, já teve a oportunidade de atender mi­lhares de crianças e desempenha atualmente um trabalho com aproximadamente 300 pessoas espalhadas em 11 pontos.

O foco é atender crianças de 05 a 17 anos, mas sem­pre acabam criando vínculos também com familiares que fre­quentam os espaços em que são ofertadas as aulas – escolas, igrejas e associações. Esse também é tido como um canal de informar e alertar sobre higiene pessoal, gravidez na adoles­cência, respeito com o próximo e um caminho para falar sobre Deus. A iniciativa envolve oito voluntários, todos com conheci­mento na arte marcial, e também o mestre.

Para participar não é exigido comprovação de renda, mas a criança ou adolescente precisa ser assíduo na escola e apre­sentar boas notas para continuar participando. Todos que par­ticipam recebem as devidas graduações e têm a oportunidade de participar de um festival anual, realizado neste ano entre os dias 01 e 03 de agosto, e que reúne atletas de vários locais do mundo. O festival é promovido pelo próprio grupo e acontece em Campo Largo.

Toda a iniciativa é voluntária, não há arrecadação de di­nheiro. “É uma satisfação imensa saber que os nossos alunos estão tendo a oportunidade de sair das ruas, ter um apoio, e que podemos ser determinantes para a mudança na vida dela. Nosso projeto começou em 2014, no Partênope, e co­meçou a se expandir. Há alguns anos, o Mestre Pica-Pau, que está conosco, começou esse projeto”, relata uma das vo­luntárias.

O projeto acontece de segunda a sexta-feira nos bairros Botiatuva (Escola Municipal Pedro Kaminski), Partênope (As­sociação de Moradores), Ferrari (Escola Municipal Rosália Re­monato), Francisco Gorski (salão da igreja), Campo do Meio (Igreja Nossa Senhora Perpétuo Socorro – barracão), Centro (Escola Municipal O Ateneu), Águas Claras (Associação dos Moradores), Jardim Social (Capela Divino Espírito Santo) e Es­paço Cultural Makhuwas. Em Balsa Nova, atendem no Jardim Serrinha e na Escola Municipal Padre Boleslau Liana. As au­las têm uma hora de duração.

O projeto aceita colaborações para que consiga comprar uniformes. Para mais informações e doações (41) 99732-9199 ou (41) 99732-8799.

14453 visitas






Sua Opinião