VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Terça-feira | 22 de Setembro de 2020 07:35
Terça-feira | 22 de Setembro de 2020 07:35
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Campo-larguenses ficam no Top 4 no Campeonato de e-Brasileirão

Campo Largo foi muito bem representada na disputa do Campeonato de e-Brasileirão, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Os jogadores Alex Siqueira e Eduardo Freitas, que representaram o Athletico Paranaense e o Avaí (SC) no PES 2020, conquistaram o Top 4.

Por: Caroline Paulart

Campo Largo foi muito bem representada na disputa do Campeonato de e-Brasileirão, que aconteceu nos dias 07 e 08, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cidade do Rio de Janeiro. Os jogadores Alex Siqueira e Eduardo Freitas, que representaram o Athletico Paranaense e o Avaí (SC) no PES 2020, conquistaram o Top 4, além da experiência em participar de um campeonato nacional. Eduardo ficou com o 3º lugar e Alex ficou em 4º no ranking geral, que reuniu 20 jogadores que representaram os times da primeira
divisão do Brasileirão 2019 no videogame.

A Folha conversou com os jogadores, que contaram um pouco da experiência. Eles embarcaram juntos para o Rio de Janeiro na sexta-feira (06). Chegando lá, já tinham alguns jogadores, momento em que eles tiveram a oportunidade de conversar com alguns amigos de game, que ainda não conheciam pessoalmente. Eles fizeram um tour pela sede da CBF, conheceram o museu e todo o espaço.

A competição começou somente no sábado à tarde. Os jogadores foram divididos em quatro equipes, com cinco times cada e, por coincidência, Alex e Eduardo acabaram ficando no mesmo grupo, junto com os times do Corinthians, Ceará e CSA, o que dificultou um pouco o trabalho, mas não impediu que as duas vagas do grupo fossem campo--larguenses.

“O nível é muito alto, então a gente ficou um pouco triste por estar no mesmo grupo, e classificar os dois seria muito difícil, pois nós enfrentaríamos o rapaz do Corinthians, que era o favorito da competição. Mas, conseguimos e ficamos em lados diferentes da chapa, então teria a chance de disputar a final. Mais uma partida que a gente ganhasse, iríamos para a final”, conta Alex.

Alex empatou com o jogador do Ceará e ambos ganharam do Corinthians e do CSA. Na fase de grupos, Eduardo ficou invicto, ganhando inclusive a partida contra o Alex, mas com a análise dos resultados, Eduardo acabou ajudando Alex a conseguir uma vaga no mata-mata.

Mata-mata
Na fase do mata-mata, Alex enfrentou o Palmeiras – como o jogo era de ida e volta – ele venceu as duas partidas, conquistando vaga nas semi-finais. Eduardo disputou a vaga para a semi contra o Vasco, quando fez a única goleada do campeonato, por 9x2. Alex acabou perdendo a partida para o Fortaleza e o Eduardo para o São Paulo, que foi o campeão.

Conhecendo os amigos
Apesar de terem contato quase diário com os e-atletas, eles não conheciam todos os jogadores pessoalmente. “É diferente, porque a gente vê a pessoa e apesar de reconhecer a voz, acaba não ligando à pessoa. Mas foi muito bom participar, uma experiência incrível”, ressalta Alex.

Por serem amigos, eles decidiram dividir o prêmio de R$ 20 mil entre os quatro primeiros colocados. “Só de nós chegarmos entre os quatro primeiros, já é uma vitória, porque eles divulgaram que foram mais de 24 mil pessoas inscritas. No ano que vem eu já estou na fase final para conseguir participar do campeonato pelo Athletico Paranaense, vou ter que jogar contra outra pessoa que passe até a final. Como o Avaí caiu para a série B, o Eduardo vai precisar refazer o processo de jogar as seletivas por outro time da série A”, conta Alex.

Neste final de semana, os amigos irão participar de uma seletiva que classifica os oito melhores jogadores da
América para disputar um campeonato na China, com premiação de R$ 100 mil, aproximadamente.

3235 visitas






Sua Opinião