VERSÃO IMPRESSA
anteriores
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Domingo | 25 de Outubro de 2020 16:46
Domingo | 25 de Outubro de 2020 16:46
VERSÃO IMPRESSA
EM CAMPO LARGO 15º | 25º

Atletas campo-larguenses são classificados para Mundial de Footgolf no Marrocos

Campo Largo é considerado um pólo brasileiro para a prática do esporte e coleciona vários fatos inéditos, como a primeira cidade a possuir um campo público para a prática do esporte, o Parque Newton Puppi. No próximo sábado (23) acontece a Etapa Metropolitana de Footgolf, aberta ao público

Por: Caroline Paulart

Uma equipe de atletas campo-larguenses foi classificada para participar da Terceira Copa do Mundo de Footgolf, que será realizada entre os dias 09 e 16 de dezembro deste ano, na cidade de Marrakesh, no Marrocos. Foram seis atletas já pré-convocados, mas há possibilidade de mais dois comporem a equipe. O Brasil tem direito a 16 vagas, que varia de acordo com o número de atletas inscritos oficialmente no esporte e levará 22 atletas entre as categorias Livre, Feminino e acima de 45 anos.

Campo Largo é considerado um pólo brasileiro para a prática do esporte e coleciona vários fatos inéditos, como a primeira cidade a possuir um campo público para a prática do esporte, o Parque Newton Puppi. “Além disso, temos vários atletas muito bem posicionados no ranking nacional. Entre os 10 melhores, o quarto, quinto e sexto lugares são campo-larguenses. No feminino, em primeiro lugar está Eliza Donha e em terceiro a Sandra Krupa, ambas campo-larguenses”, conta Elison Vaz, praticante da modalidade e classificado para o mundial.

Os representantes da modalidade também reconhecem que Campo Largo possui hoje uma das equipes mais organizadas do Brasil. Para alcançar voos mais altos, ainda é necessário difundir mais o esporte e conquistar o respeito de todos pelo espaço dedicado ao treino. “Para praticar precisamos de um campo bem limpo e sem irregularidades, para que a bola role sem dificuldades. Muitas pessoas entram com seus carros lá no Parque Newton Puppi, espaço em que treinamos, mesmo em local proibido. Pedimos encarecidamente que respeitem o espaço e as nossas marcações no parque, pois estamos treinando para conseguir um destaque para a cidade”, diz Elison.

Os campos para treinamentos específicos e profissionais são fechados e somente em Curitiba. O aluguel desses campos também é muito caro, o que impossibilita a opção.

O esporte começou na cidade há apenas três anos, mas os seus praticantes já conseguiram representar a cidade em várias cidades, como Rio de Janeiro – RJ, Itapema – Santa Catariana e em Foz do Iguaçu – Paraná. A convocação foi publicada no final de maio e Campo Largo é a cidade com maior número de atletas. Agora, além dos treinos para afiar ainda mais a técnica, os atletas buscam patrocínio para pagar a viagem. “O apoio dado pela Federação Brasileira de Footgolf ainda é pequeno para os atletas, e nós precisamos participar desse campeonato, pois dará muito mais visibilidade para o esporte e para nós também”, explica Marcos Krupa, vice-presidente da equipe campo-larguense.

Etapa Metropolitana

No próximo sábado (23) acontece a Etapa Metropolitana de Footgolf, aberta ao público. Para se inscrever basta entrar em contato pela página do Facebook Footgolf Campo Largo (@footgolfCL). A pontuação é colocada em um ranking da cidade, feita pela própria Federação Campo-larguense, e os melhores recebem premiação no final do ano.

Essa foi a maneira encontrada para difundir o esporte na cidade, treinar e buscar novos talentos também. Os treinamentos são abertos e acontecem sempre aos sábados pela manhã, a partir das 9h.

Como jogar footgolf?

O esporte ainda é novo e o nome causa estranheza para muitas pessoas. Inspirado no golf, o footgolf é um esporte bastante democrático, pois os únicos “equipamentos” necessários para jogar são uma bola número cinco, e um tênis ou chuteira. Os pés dos jogadores são os “tacos”, que deve chutar a bola o mais próximo possível dos buracos determinados.

Há um número de chutes possíveis, visando sempre buscar esse número com base na dificuldade do campo e distância do ponto inicial. “São praticamente as mesmas regras do golf. Pode ser jogado em equipes de quatro pessoas, mas a pontuação é individual. Os próprios membros da equipe são os juízes, pois esse é um jogo muito ético e cordial, no qual ninguém tenta sabotar o outro ou tirar vantagem”, explica Vinícius Stdrezk, praticante e convocado para o campeonato mundial.

O campo pode possuir nove ou 18 buracos. Campos oficiais são compostos dos 18 buracos e para os campos de nove é realizada mais uma ronda, totalizando os 18.

Outro ponto que torna o esporte tão democrático é a possibilidade da participação de pessoas de todas as idades e sexo. Para participar dos campeonatos é necessária a idade mínima de 16 anos, mas nada impede que crianças também participem do espaço e aprendam a modalidade. 

7416 visitas






Sua Opinião