Sabado às 15 de Junho de 2024 às 09:02:27
Saúde

Outubro Rosa reforça o alerta contra o câncer de mama; Município fará ações preventivas

Outubro Rosa reforça o alerta contra o câncer de mama; Município fará ações preventivas

O mês de outubro é marcado pela conscientização à prevenção e tratamento do câncer de mama, o segundo tipo de câncer que mais mata no Brasil, depois do de pele. Somente em 2023 há uma estimativa de 73.610 novos casos, segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer). A doença é resultante da multiplicação de células anormais da mama, formando um tumor. Há vários tipos de câncer de mama e a maioria dos casos tem bons resultados com tratamento, principalmente se diagnosticado e tratado no início.

Alguns fatores de risco podem aumentar as chances do desenvolvimento da doença: Comportamentais/ambientais (obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica). História reprodutiva/hormonal (primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos, uso de contraceptivos orais por tempo prolongado). Hereditários/genéticos (história familiar de câncer de ovário, câncer de mama em mãe, irmã ou filha, principalmente antes dos 50 anos).

Entre os sintomas mais comuns percebidos em pacientes doentes estão caroços (nódulo) endurecidos, fixo e geralmente indolor. É a principal manifestação da doença, estando presente em mais de 90% dos casos. Alterações no bico do peito, pequenos nódulos na região das axilas ou no pescoço, saída espontânea de líquido de um dos mamilos, pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.

A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres. O autoexame e o conhecimento do próprio corpo são essenciais. Ao notar qualquer alteração, é preciso procurar um médico e investigar as causas.

É possível reduzir os riscos do desenvolvimento do câncer de mama regulando o peso corporal adequado, praticando atividade física e evitando o consumo de bebidas alcoólicas. A amamentação também é considerada um fator protetor. 

Além de manter atenção ao próprio corpo, é recomendado que as mulheres façam exame de rotina. A mamografia é um exame que pode ser feito para identificar o câncer antes de a mulher ter sintomas. É recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam o exame a cada dois anos.

Município promove ações para o Outubro Rosa

No próximo sábado (07) haverá um Mutirão de Consultas Ginecológicas na Unidade da Mulher e da Criança (UMC). A ação será das 8h às 17 . No mesmo dia também acontecerá o DIA D Coleta de Preventivo e Ações de Saúde da Mulher, das 8h às 17h, com exames acontecendo em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) urbanas de Campo Largo.

Durante este evento estarão disponíveis os seguintes exames: coleta do exame citopatológico, também conhecido como Papanicolau ou preventivo, consultas de enfermagem em saúde da mulher, solicitação de mamografia, avaliação da saúde bucal, realização de testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), orientações em saúde da mulher.