Quinta-feira às 25 de Julho de 2024 às 03:00:28
Saúde

Agosto Dourado: equipe de enfermagem do município recebeu capacitação para programação especial nas unidades de saúde

Mês de conscientização sobre o aleitamento materno terá ações voltadas para mamães que estão nesse momento e palestras especiais no<

Agosto Dourado: equipe de enfermagem do município recebeu capacitação para programação especial nas unidades de saúde

A prefeitura de Campo Largo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na última sexta-feira (04), uma capacitação para os coordenadores de Enfermagem do município. Reunidos no auditório da sede administrativa, eles receberam informações que serão replicadas, ao longo deste mês, para as enfermeiras e enfermeiros de todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

A reunião teve o objetivo de orientar os profissionais sobre o incentivo ao aleitamento materno das mamães que eles atendem em diversas regiões, com recomendações baseadas no Guia Alimentar para Crianças Brasileiras Menores de Dois Anos. A partir disso, um cronograma de ações descentralizadas de incentivo à amamentação irá acontecer em cada UBS, com rodas de conversa, grupos de gestantes e falas nas salas de espera.

Importância do leite materno - O aleitamento materno exclusivo está recomendado pelos principais órgãos de saúde pelos primeiros seis meses de vida do bebê. “E existem razões de sobra, com amplo embasamento científico, para essa recomendação. A principal delas é que essa é a forma de proteção mais econômica e eficaz para redução da mortalidade infantil. O leite materno é uma fonte riquíssima de nutrientes, incluindo proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas, sais minerais, imunoglobulinas e numerosos componentes bioativos”, esclarece Suelen Bromann de Souza, responsável técnica de Enfermagem do município e quem capacitou a equipe local..

Campanha - Agosto é o mês da campanha Agosto Dourado, de conscientização do aleitamento materno. E a cor foi escolhida para o oitavo mês do ano devido ao padrão “ouro” de qualidade do leite materno. O tema escolhido pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno 2023 é “Apoie a amamentação - faça a diferença para mães e pais que trabalham”. O objetivo é chamar a atenção para a importância das licenças parentais remuneradas, além de incentivar mais políticas públicas e ações práticas para a melhoria do apoio à amamentação nos locais de trabalho. Confira o vídeo da campanha 2023: https://www.youtube.com/watch?v=oMLoZqgV8kY

Temas da capacitação - A responsável técnica de Enfermagem do município ministrou a capacitação teórica e iniciou falando do tema deste ano e deixou algumas dicas práticas para melhor aconselhar quem precisa conciliar a amamentação com a volta ao trabalho. Em seguida, ela lembrou de como as mães precisam saber quais as maneiras efetivas e seguras de extrair, armazenar e manipular o seu próprio leite, para ser oferecido ao bebê na sua ausência. Nesse sentido, conhecer o próprio corpo e como funciona a fisiologia da produção de leite é essencial, bem como estabelecer uma rotina prévia de extração, adquirindo prática e eficiência. 

Outro ponto é contar com os elementos necessários para o correto armazenamento e transporte do leite, e utilizar utensílios compatíveis para a oferta de leite e outros líquidos ao bebê, lembrando da “técnica do copinho” e outras alternativas à mamadeira. Planejar um período prévio de adaptação ao receber cuidados de terceiros ou pessoas fora do seu convívio habitual também ajuda muito. “Reforcem com as mamães para que não se preocupem com desacostumar o bebê do peito ou limitar o tempo no colo antes da volta ao trabalho. O importante para as mães que trabalham fora é aproveitar o tempo juntos, criar vínculo afetivo e ter essa troca, atendendo as necessidades de quem acaba de chegar”, salientou a enfermeira.  

Outras orientações foram sobre os benefícios para o bebê e para a mãe, e ainda todas as maneiras que os pais podem participar e ajudar nesse momento. Há diversas dicas para aumentar a produção de leite, mitos sobre o tema, e ainda práticas ou intervenções que prejudicam a amamentação. Suelen pontuou cada questão aos demais enfermeiros presentes, para que eles possam ensinar as mamães campo-larguenses atendidas pela Saúde Municipal. 

Resistência ao assunto - Segundo a profissional, “metade dos bebês não são amamentados na primeira hora de vida, e 60% dos bebês não conseguem aleitamento exclusivo até os seis meses de idade. Além disso, manter o aleitamento materno exclusivo pode exigir muito esforço e certo grau de renúncia da mãe. Então incentivar a amamentação é, muitas vezes, remar contra a maré”. E diz que ainda há muitas mães interpretando o incentivo à amamentação como julgamento ou culpa, como se elas não conseguissem ou não quisessem amamentar seus filhos, o que não é verdade. 

“Amamentar não é instintivo, é um ato a ser aprendido. A sua contribuição para a saúde do bebê é de um valor incalculável. E a verdade é que tanto a mãe que dá fórmula quanto a mãe que amamenta no peito, com certeza, ama muito seu bebê, está exausta e recebe críticas. Sendo assim, apoiar a amamentação é cuidar do futuro”, finalizou ela.

Quer saber mais? Precisa de ajuda para amamentar? Acompanhe na sua Unidade de referência qual a data e horário para participar da ação do Agosto Dourado e receber orientações sobre amamentação das equipes de enfermagem. 

Grávidas Ativas - O programa mensal oferecido pela Saúde Municipal às gestantes terá uma edição especial Agosto Dourado. Será no dia 30 de agosto, a partir de 13h30, na Unidade da Mulher e da Criança. Serão duas palestras: “A importância da nutrição e cuidados durante a gravidez e primeira infância”, com Marcia Moscatelli, nutricionista especializada em Nutrição Materno Infantil e consultora em amamentação, e “Amamentação, o melhor preparo é a informação”, com Inaê Fortunato, enfermeira e consultora em amamentação. Essa será mais uma oportunidade para as mamães e bebês campo-larguenses. 

Serviço:

(41) 3291-5209 (Secretaria Municipal de Saúde) ou
156 (Ouvidoria da Prefeitura de Campo Largo)

Endereços UBS’s:
https://campolargo.atende.net/cidadao/pagina/unidades-basicas-de-saude-enderecos-telefones